2 de janeiro de 2013

Fábrica Confiança

No ano de 1883, António Silva e Cunha instalou na Rua de Santa Catarina, no Porto, uma pequena e modesta casa, a "Camisaria Confiança". Não existia, então, no país a indústria de camisaria em condições de abastecer o mercado nacional, e muito menos o mercado da exportação.

                                                           "Fábrica Confiança" na Rua de Santa Catarina

           

                                                                                         1898

                                                 

Foi este industrial quem lançou as bases, progredindo pouco a pouco e ampliando as suas instalações adquirindo as mais modernas máquinas, para em 1894 inaugurar a "Fábrica Confiança".

A primitiva "Camisaria Confiança" ocupava uma área de 600 m2, tendo a "Fábrica Confiança" ocupado uma área de 4.800 m2, de área ocupada pelo estabelecimento de vendas e oficinas anexas. Estava localizada mesmo ao lado do "Grande Hotel do Porto" inaugurado em 1880. Nesta fábrica trabalharam cerca de mil mulheres, que com o seu trabalho nas 125 máquinas de costura movidas a electricidade produzida por uma central a vapor de 30 hp., permitiram conquistar o mercado do ultramar português e brasileiro.

                        Loja de exposição e vendas                                                  Fábrica situada nos fundos da loja

 

 

Numa área de 1.300 metros quadrados,a fábrica dividia-se nas seguintes secções: ateliers de corte; ateliers das costureiras; lavandaria com secador a vapor; oficina de brunis; ateliers de roupa branca para homem e em especial para roupas de senhora e criança; fabrico de caizas de cartão; e finalmente o luxuosos e vasto salão de vendas.

Na "Fábrica Confiança" produzia-se «desde o simples lenço de linho a mais custosa toilette de senhora.».

«Nas nossas colonias e no Brazil a Fabrica Confiança tem ja de tal forma colocado os seus produtos que hoje, póde dizer-se com verdade, peza bastante na balança de exportação do nosso paiz.» in: "Illustração Portugueza".

                                      1907                                                                                1910

                

Em 1907 a "Fábrica Confiança" abre uma sucursal em Lisboa, na esquina da Rua Augusta com a Rua da Betesga, com a designação de "Camisaria Confiança". Mais tarde este edifício viria a ser transformado no "Hotel Internacional" em 1914. Actualmente o espaço outrora ocupado pela "Camisaria Confiança" é ocupado por uma agência bancária.

                                                          "Camisaria Confiança" em Lisboa, em 1913

            

                                                                                          1913

                                                   1913 Fábrica Confiança

                                         Stand da Fábrica Confiança no Palácio de Cristal no Porto em 1913

                               

Ficou na história do cinema em Portugal a "Fábrica Confiança" quando a  12 de Novembro de 1896, tem lugar a primeira sessão do "Kinetagrapho Portuguez", no "Teatro do Príncipe Real" (Porto), com a projecção de "Saída do Pessoal Operário da Fábrica Confiança" de Aurélio da Paz dos Reis e Francisco de Magalhães Bastos Júnior. Consultar o seguinte link neste blogue: "Cinematógrafos e Animatógrafos".

                                      Cena («quadro») da "Saída do Pessoal Operário da Fábrica Confiança"

                                            

«Foi com bastante pesar que deixamos a Fabrica Confiança, lamentando não podermos alargar as nossas considerações como era justo.» in "Illustração Portugueza"

Fotos in: Porto, de Agostinho Rebelo da Costa aos Nossos Dias, Hemeroteca Digital, Arquivo Nacional da Torre do Tombo

7 comentários:

Teo Dias disse...

Nos meados dos anos sessenta do século XX os locais da "Confiança" foram transformados num espaço multifacetado, precursor dos futuros centros comerciais, que incluía entre outros um "salão de chá"!
Penso que era reservado na sua quase totalidade à venda de roupa pronta a vestir.

José Leite disse...

Caro Teo Dias

Muito obrigado pela informação que adicionou.

Os meus cumprimentos

José Leite

Rafael Almeida disse...

Boa noite.
Muito obrigado pela informação.

Alguém faz ideia do valor actual de uma camisa feita nesta fábrica?

Cumprimentos

sandra gavinhos disse...

Parabéns! Excelente blogue! Muito obrigada!

José Leite disse...

D. Sandra Gavinhos

Muito agradecido pelas suas amáveis palavras em relação a este blog.

Os meus cumprimentos

José Leite

Anónimo disse...

Um artigo muito interessante.
Parabéns!
Sabe dizer-me em que data é que encerrou a Fábrica Confiança?
Obrigada,
Sofia

José Leite disse...

D. Sofia

Grato pelas suas amáveis palavras.

Não consegui apurar, o ano do encerramento, desta fábrica.

Os meus cumprimentos

José Leite