5 de junho de 2010

O Telefone em Portugal (1)

Sem querer fazer uma resenha histórica exaustiva do telefone em Portugal, deixo aqui uns brevíssimos apontamentos históricos e imagens que, como sempre, «valem mais que mil palavras».
As primeiras experiências telefónicas em Portugal ligam Carcavelos à Central do Cabo em Lisboa, em 1877.

Em 1882, a “Edison Gower Bell Telephone Company of Europe Limited” estabelece-se em Lisboa e Porto, para explorar as respectivas concessões de serviço telefónico.

A primeira rede telefónica pública foi inaugurada em Lisboa a 26 de Abril de 1882 pela “Edison Gower Bell Telephone Company of Europe Ltd” que tinha a concessão atribuída desde 13 de Janeiro de 1882. Em 1887 a concessão é transferida para a “APT - The Anglo Portuguese Telephone Company”, que viria a deter a mesma até 1968, ano em que é criada a “Empresa Pública Telefones de Lisboa e Porto” (TLP). Os “Correios, Telégrafos e Telefones” (CTT) exploravam, à data, o serviço telefónico no resto do país.

Para a exploração da rádio-telegrafia e telefonia sem fios firmara-se, em 1922, um contrato de concessão com a “Marconi’s Wireless Telegraphy Company”. Em 1925, é fundada a “Companhia Portuguesa Rádio Marconi” (CPRM), a qual assume todas as responsabilidades da anterior concessão. O primeiro serviço de telefone automático foi inaugurado em Portugal em 30 de Agosto de 1930 na Estação da Trindade em Lisboa,  e em 25 de Setembro de 1937 a APT inaugurou a primeira estação automática na Estrela em Lisboa. Nesse ano a rede da APT tinha 48 000 assinantes.

               Em 1931 eram inauguradas as primeiras cabines públicas de telefones no Rossio

 

                          Instalações da APT                                         Pronto Socorro da Companhia dos Telefones

  

                                         Instalação de cabos telefónicos, no bairro de Alvalade        

                                      
Fotos in: Fundação Portuguesa das Comunicações          

Em 1968, depois de acabar a concessão da “Anglo-Portuguese Telephone Company”,é criada a empresa “Telefones de Lisboa e Porto” (TLP), responsável pela prestação de serviços de telecomunicações nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, no resto do território nacional mantém-se a empresa CTT, encarregues da prestação de serviços de telecomunicações e de correios. 

                            Publicidade da época à “The Anglo Portuguese Telephone Cº. Ltd.” 

 

                       

Sem comentários: