Restos de Colecção: Tipografia “Casa Portuguesa”

Notícias do Blog

A publicação de novos artigos foi retomada, com a resolução do problema que afectava o editor "Open Live Writer" // Lembro que a página "Ano ou Data de Inaugurações e Eventos", disponível no menú "Dados Históricos", é actualizada regularmente com novas entradas // Para conhecer as novas funcionalidades e aceder a novas plataformas de informação neste blog, consulte a "Folha Informativa", disponível na barra lateral    //    Para melhor conhecimento destas alterações aconselha-se, igualmente, uma visita, ou revisita, ao "Guia do Blog", disponível tambem na mesma barra lateral

26 de setembro de 2011

Tipografia “Casa Portuguesa”

A tipografia “Casa Portuguesa”, foi fundada em 1857 e era propriedade da firma José Nunes dos Santos & Cª, Lda., estabelecida como papelaria inicialmente na Rua de São Roque e posteriormente na  Rua da Misericórdia (ex- Rua do Mundo), tinha as suas oficinas tipográficas na Rua das Gáveas. É a tipografia mais antiga de Portugal.

                                                                           Oficinas Tipográficas                                               

         

                                          Escritório                                                                           Armazém

         

Executavam impressões a cores, ouro, prata e sobre setim, além de encadernações, revistas, livros, cartazes, etc.. Editaram inúmeras obras literárias. Na sua papelaria vendiam todo o tipo de material para escolas, escritórios, ateliers, etc. Eram importadores de postais ilustrados.

Nesta tipografia imprimiram-se o "Diário Ilustrado", “Diário da Manhã” e, a "Parada da Paródia". Corria o tempo da censura prévia pelo que quando começavam a ficar prontas as provas de texto que era preciso rever, até o jornal estar pronto a entrar na máquina, podia correr muito tempo. Tanto podia acontecer à meia noite como às duas da manhã, ou às quatro. Este "horário de trabalho flexível" dependia da Censura. As provas eram enviadas à medida que estavam prontas e, durante aquele período de tempo, era um corrupio, da tipografia para a Censura e da Censura para a tipografia, até estar tudo devidamente autorizado, com o carimbo oficial aplicado a todas as provas, de texto e de bonecos.

Esta tipografia também efectuou trabalhos para a “Agência Geral do Ultramar’” nos anos 60 do século XX.

                            Stand na ‘Feira das Indústrias’, em 1950 e visita ao mesmo pelo Dr. Oliveira Salazar

         

fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian

                                                            Exemplos de trabalhos da ‘Casa Portuguesa’                                 

            

                                               1909                                                                                  1916

         

A sua designação oficial mudou para “Empresa Tipográfica Casa Portuguesa Sucessores., Lda.” , nos anos 50 do século XX. Ainda existe e está sediada no Seixal.

Sem comentários: