17 de janeiro de 2014

Stand da Sociedade Comercial Guérin

Depois de ter tido um stand no mesmo prédio da sua sede, na Praça dos Restauradores nº 74, a “Sociedade Comercial Guérin, S.A.R.L.”, cuja sua fundação remonta a Janeiro de 1918 ainda como sendo Guérin, Lda.”, inaugurou em 1960 o seu novo stand na Avenida da Liberdade nº 12, junto ao cinema “Condes”. Esta empresa era importadora, para Portugal, dos automóveis “Volkswagen” e “Porsche” e ainda as motorizadas “Vespa”.

Stand da “Guérin, Lda.” na Praça dos Restauradores

Exterior do stand da “Sociedade Comercial Guérin, S.A.R.L.” na Avenida da Liberdade, inaugurado em 7 de Dezembro de 1960 e projectado pelo arquitecto Alexandre Teixeira Bastos

    Edifício e antigo stand da “Guérin” nos Restauradores          Edifício do futuro stand da “Guérin” ao lado do “Condes”

 

Obras de construção do Stand podendo-se ver o Restaurante e Salão de Chá “Vera Cruz” no 1º andar

Exterior e área envolvente do novo stand da “Sociedade Comercial Guérin, S.A.R.L.” na Av. da Liberdade

 

Lembro que, foi no dia 17 de Abril de 1950 que a “Volkswagen” chegou a Portugal com o famoso “Carocha”, sendo importada pela “Guérin, Lda.”. A sua chegada agitou o mercado automóvel nacional, até então completamente dominado pelas marcas inglesas. O modelo “VW 11 Sedan”, viria a ter a seguinte matrícula: DE-16-36. O modelo “VW 11 Convertível”  teria a matrícula: DE-16-38.

“Carocha” exposto no stand da “Guérin, Lda.” na Praça dos Restauradores em 1950

Volkswagen modelo 11 Sedan, de 1950

«...a firma Guérin Lda, com sede na praça dos Restauradores 74 Lisboa, requereu à então Direcção Geral dos Serviços de Viação (Ministério das Comunicações) a aprovação das referidas viaturas (processos 24301 e 24312 respectivamente), tendo tal pretensão sido atendida, pela 2ª Repartição, 2º Sessão a 21 de Abril de 1950, estando os respectivos modelos aprovados provisoriamente. Os catálogos foram registados em 27 do mesmo mês, pelo grémio de Importadores / Agentes  / Vendedores de automóveis e acessórios do sul, com os números 331 e 330. A Guérin decidiu colocar à venda o 11-sedan forrado a pano por 44000$00 e a pele 45 000$00, e o 11-A Convertível .Para este modelo o preço fixado foi de 56 000$00, apresentando idênticas características  técnicas, excepto a tara em vazio que era de 765 kg.»

No primeiro mês de comercialização, a “Volkswagen” vendeu em Portugal 36 unidades do seu único modelo, e o progresso crescente das suas vendas foi um fenómeno sem comparação com nenhuma outra marca na altura. Rápidamente, começou a aproximar-se dos líderes de mercado. Na década de 60 do século XX, as vendas do “Carocha” ascendiam já a 30.000 unidades e, no início dos anos setenta, 50.000 “Carocha” tinham sido vendidos em Portugal.

Os novos Volkswagen trouxeram consigo um novo conceito de economia ao mercado automóvel do nosso país, traduzido não só nos seus baixos consumos mas também nas baixas despesas de manutenção. Por outro lado, o argumento da suspensão de quatro rodas independentes ajudou a consolidar a “Volkswagen” e o seu “Carocha” como uma marca de inovação e conforto, característica facilmente assimilada pelo condutor.

Interior do stand da “Sociedade Comercial Guérin, S.A.R.L.” na Avenida da Liberdade, em 1961

 

 

1957                                                                                         1964

 1964 Ambulância Volkswagen

 

 

A “Sociedade Comercial Guérin, S.A.R.L.”, nesta época possuía, um stand na Avenida António Augusto de Aguiar, em Lisboa, para comercialização de automóveis usados.

Stand na Avenida António Augusto de Aguiar

                                                   1954                                                                               1957

   

A “Sociedade Comercial Guérin, S.A.R.L.” inauguraria uma nova Estação de Serviço (nº 12), na Rua José Estevão, em Lisboa, no dia 2 de Dezembro de 1964.

 

Depois de encerradas as instalações da Avenida da Liberdade, como stand de automóveis, e mantendo a sede da empresa no 1º andar do mesmo edifício, o espaço foi convertido no “Centro Comercial Guérin” , tendo sido inaugurado em 1981 com 21 lojas. Hoje este espaço encontra-se devoluto (salvo erro).

Em 1987, a importação e comercialização das marcas “Volkswagen” e “Audi” passariam para a “SIVA - Sociedade Importadora de Veículos Automóveis, S.A.” de Pereira Coutinho, que viria a ocupar as instalações da “Guérin” em Alfragide.

fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian (estúdio Mário Novais), Arquivo Municipal de Lisboa, Hemeroteca Digital, Publisite, VW A AR

2 comentários:

Valdemar Silva disse...

No 'Stand de Usados', na Av. António Augusto Aguiar pode se ver
à porta Pedro Machado, na altura vendedor, e no lado direito o Rebordão, empregado do stand. Este Rebordão, antigo pugilista, era irmão da Amália Rodrigues e entrou num famoso filme dos anos 40, que era o pugilista que estava 'feito' para combater com o Ribeirinho.

José Leite disse...

Caro Valdemar Silva

Grato pela informação adicional.

Recordo-me, do filme "O Grande Elias", e bem desse pugilista que à última hora deixou "pendurado" o Ribeirinho, pelo facto da mulher ter dado à luz uma menina.

O coitado do Ribeirinho lá teve se haver com um negrão, que valentemente o venceu como uma dentada no pé do dito negrão.

Os meus cumprimentos

José Leite