11 de julho de 2014

Pousada de Santa Luzia em Elvas

Na sequência da Nota Oficiosa de Março de 1938, em que o Presidente do Conselho Dr. Oliveira Salazar, incluía no elenco de obras a realizar a tempo das celebrações centenárias de 1940, o estabelecimento de certo número de pousadas em recantos provincianos, o “Ministério das Obras Públicas e Comunicações” (MOPC) encarregava os arquitectos Rogério de Azevedo e Miguel Jacobetty Rosa do estudo desta nova tipologia, ficando desde logo estabelecida a distribuição geográfica dos equipamentos. Rogério de Azevedo ficaria encarregue das propostas para a Serra do Marão e Santo António do Serém, ficando Jacobetty Rosa encarregue dos estudos de Elvas e São Brás de Alportel. Entre estudo, projecto e construção, nenhuma destas pousadas seria concluída a tempo das celebrações.

SNI.1

As pousadas depois de construídas pelo “Ministério das Obras Públicas e Comunicações” (MOPC) foram entregues ao “Secretariado da Propaganda Nacional” (SPN)

Notícia na “Gazeta dos Caminhos de Ferro”

A primeira pousada, a ser construída foi a “Pousada de Santa Luzia”, em Elvas localidade conquistada aos mouros por D. Afonso Henriques em 1166. Inaugurada em 19 de Abril de 1942, cujo projecto foi da responsabilidade do arquitecto Miguel Jacobetty Rosa, o mesmo que projectou o Estádio Nacional”, inaugurado a 10 de Junho de 1944.

Pousada de Elvas.7.1 

 

 

Na inauguração estiveram presentes, o director do “SPN - Secretariado de  Propaganda Nacional” Dr. António Ferro, o Governador militar de Badajoz, Comandante militar de Elvas, o secretário geral do Ministério do Interior, Presidente da Câmara de Elvas, o Alcaide de Badajoz, além de outras individualidades.

Pousada de Elvas.1

Pousada de Elvas.4

Tomando em conta que as Pousadas foram construídas em plena II Guerra Mundial (1939-1945), o director do SPN, Dr. António Ferro afirmou no discurso de inauguração:
«Construidas as pousadas pelo Ministerio das Obras Publicas, convenientemente decoradas e mobiladas pelo S.P.N., mantê-las encerradas, á espera de melhores dias, seria condená-las, arruiná-las, envelhecê-las prematuramente. Quando tentassemos abri-las, ao fim de alguns anos, e nos encontrassemos com os inevitaveis estragos causados pelo seu abandono forçado, teriamos certamente de gastar, para o seu restauro e conserto, quantias que não deviam ficar longe das que foram necessarias á sua construção e arranjo.»

À data da sua inauguração, oferecia 6 quartos duplos aos viajantes e visitantes de Elvas. Os arranjos interiores iniciais estiveram a cargo dos Serviços de Turismo e Serviços Técnicos do “Secretariado da Propaganda Nacional”.

 

 

 

«Trata-se de um admiravel edificio de dois pavimentos: o rés-do-chão, com ante-camara, sala de jantar com três janelas abertas sôbre um patio andaluz, um canto de lareira, uma copa que liga à cozinha e três quartos para os hospedeiros, e o primeiro andar, com dois corredores em galeria, seis quartos, uma varanda de onde se admira um belo panorama do campo, da cidade e do seu aqueduto, e recantos com gelosias de rotulado de madeira.» in Diario de Lisbôa

Nesta data a concessão foi entregue ao poeta alentejano Joaquim Azinhal Abelho.

Postal publicitário dos anos 60 do século XX

Depois de ter pertencido ao Grupo Pestana, a “Pousada de Santa Luzia”, encerraria em 4 de Março de 2012.

Imagens da “Pousada de Santa Luzia” antes do seu encerramento em 2012

 

Reabriria pelas mãos do empresário da hotelaria João Simões, em 12 de Junho de 2013 (salvo erro) como “SL Hotel -Santa Luzia”, classificado com 4 estrelas, com 25 quartos, piscina exterior, court de ténis, restaurante e bar com esplanada, etc.

“SL Hotel - Santa Luzia”

 

 

fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian, Hemeroteca Digital

5 comentários:

João Menéres disse...

Era bem simpática a Pousada de Elvas !
Fiquei lá algumas vezes.
Ainda não conheço a nova "versão".

Um abraço.

José Leite disse...

Caro João Menéres

Muito grato pelo seu comentário

Um abraço

José Leite

ié-ié disse...

Boa tarde!

Acabo de ler no livro "António Ferro - A Vertigem da Palavra", de Margarida Acciaiuoli", Bizêncio, 2013, que a Pousada de Elvas foi a primeira a ser inaugurada, a 10 de Abril de 1942.

Aqui, no blogue, refere-se a data de 19 de Abril de 1942.

Quid iuris?

Cumps

LPA

José Leite disse...

Caro Luís

Realmente segundo o Diário de Lisboa de 19-04-1942 foi nesse dia que foi inaugurada.

Aqui fica o link para sua confirmação

http://www.fundacao-mario-soares.pt/aeb_online/visualizador.php?bd=IMPRENSA&nome_da_pasta=05769.033.08412&numero_da_pagina=5

Cumprimentos

José Leite

ié-ié disse...

OK, muito obrigado!

LPA