19 de julho de 2011

Solar do Vinho do Porto

O "Palácio Ludovice", localizado na na Rua de S. Pedro de Alcântara, em pleno Bairro Alto, foi construído, em 1747 para residência da família do próprio arquitecto que o projecta, de seu nome João Frederico Ludovice.

No séc. XIX, é vendido ao Barão da Costa Veiga, que aluga várias parcelas do edifício. Em 1876 por falecimento deste o edifício passa para a posse de seu filho António Xavier da Costa Veiga. Em 1890, instalou-se aqui o Quartel General da Polícia.

                                                                           Palácio Ludovice

                                

Em 1941 a proprietária do palácio, Catarina Correia de Brito, vende-o à "Companhia de Seguros Tranquilidade". Entre 1944 e 1945 realiza-se uma transformação no pavimento térreo, primitivo pátio nobre, para a instalação do "Solar do Vinho do Porto", sendo responsável o arquitecto Jorge Segurado. Inaugurado a 19 de Fevereiro de 1946, comemorou os seus 65 anos este ano. Este espaço, é pertença do Instituto do Vinho do Porto.          

                                       

No fundo do átrio do palácio, transformado em 1945, foi construído um portal que abre para o "Solar do Vinho do Porto".

                      Entrada do "Solar do Vinho do Porto’"e uma garrafa de Vinho do Porto no suporte

                 

Na sala de provas existem azulejos do edifício original do Palácio, uma azulejaria muito rica em tons de azul decorativa e não figurativa do século XVIII. No salão principal, a cor dominante foi o verde-inglês, uma das tonalidades que marcou o espaço durante a década de 60.

 

Classificado como "Bar de Luxo", no "Solar do Vinho do Porto" é possível provar as diferentes categorias e tipos de Vinho do Porto e do Douro. São mais de 300 referências de Vinhos da Região Demarcada do Douro que representam mais de 60 empresas do sector. Também se realizam "Portos de Honra", provas técnicas, harmonizações e reuniões de empresas.

 

 

A partir da Praça dos Restauradores, bem no coração da cidade, ao apanhar o Elevador da Glória alcança-se rápidamente o Jardim de S. Pedro de Alcântara, em frente ao Palácio de Ludovic. Aqui no calmo e confortável ambiente do "Solar do Vinho do Porto" ao longo de décadas se provaram, e continuam a provar, diferentes tipos e marcas de Vinho do Porto. Presentemente são milhares as garrafas que o Solar do Vinho do Porto tem à disposição dos clientes 10 829, contam-se, num total de 293 referências.

 

 

Ao celebrar o 65º aniversário deste espaço neste ano de 2011, Paulo Lobo, foi incumbido do novo design e renovação do "Solar do Vinho do Porto’" A necessidade de modernizar uma área tendencialmente tradicional e tornar o espaço mais atractivo e “cool”  foram os aspectos tidos em conta para esta remodelação. Iluminação pontual e teatral, espelhos, recuperação de mobiliário antigo, uma nova garrafeira e uma sala de provas em tons de azul com azulejos originais do século XVIII. Este é o novo "Solar do Vinho do Porto", em Lisboa.

                                     "Solar do Vinho do Porto’"com decoração renovada, em 2011

  

fotos in: Arquivo Municipal de Lisboa, Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian, IVDP

Sem comentários: