14 de junho de 2013

CAT - Cabos Armados e Telefónicos

A “CAT - Cabos Armados e Telefónicos, Lda.” foi uma de três empresas pertencentes aos mesmos proprietários - CAT, CEL, POLICEL - fabricantes de cabos e condutores eléctricos, com fábrica na Venda Nova-Amadora e os serviços administrativos e comerciais em Lisboa, na Rua dos Duques de Bragança.

                                                                                           1956

                                             

                                                                      Fábrica na Venda Nova em 1962

 

                                          

Cabo armado ou em inglês “armored cable”,  é um tipo de cabo que possui uma ou mais camadas externas e/ou internas de fios de aço ou outro metal resistente que lhe conferem  a resistência mecânica adequada. Esta proteção é necessária aos fios internos que podem ser somente elétricos ou a combinação de elétricos e ópticos.

 

                                  

       

 

 

A CAT e a CEL foram, durante muitos anos fornecedoras, em concorrência com outra grande fabricante a “Fábrica de Condutores Eléctricos Diogo d'Ávila, Lda.” da “Administração Geral dos Correios Telégrafos e Telefones” (CTT).

                                                                                           1947

                                

                                                                                           1948

                                             

Nos finais dos anos 50 do século XX, A “CEL - Fábrica Nacional de Condutores Eléctricos, S.A.R.L.” e a “CAT - Cabos Armados e Telefónicos, Lda.” juntam-se numa única marca “CELCAT” continuando com a sua fábrica na Venda Nova-Amadora, com cerca de 700 operários, e mantendo os serviços administrativos e comerciais em Lisboa, na Rua dos Duques de Bragança.

                                                                                             1961

                                        

 

 

No ano de 2000, com a aquisição da fábrica da CELCAT  em Morlena na zona de Pêro Pinheiro, por parte da multinacional “General Cable Corporation”, a CELCAT transforma-se em “General Cable CELCAT - Fábrica de Condutores Eléctricos, S.A.”. A “General Cable Corporation” é constituída pela General Cable América do Norte, pela General Cable Europa & Med e Resto do Mundo, que com vendas superiores a 3000 milhões de euros, 47 fábricas e mais de 11 000 trabalhadores que proporcionam serviço a uma rede de clientes que abarca o mundo inteiro.

                   Fábrica da “General Cable CELCAT - Fábrica de Condutores Eléctricos, S.A.”, em Morelena - Sintra

                                                

O centro fabril em Morelena - Pêro Pinheiro, com uma superfície total de 110.000 metros quadrados, e empregando actualmente cerca de 250 trabalhadores está orientado para o fabrico de cabos para transporte de  energia em cobre e alumínio, cabos telefónicos, cabos para telecomunicações em cobre e em fibras ópticas, cabos de sinalização e outros cabos para fins especiais.

fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian, Hemeroteca Digital, General Cable CELCAT

Sem comentários: