15 de agosto de 2009

Bibliotecas Itinerantes

Em 1958 a ‘Fundação Calouste Gulbenkian’ iniciava o serviço de Bibliotecas Itinerantes pelo país fora. Eram carrinhas da marca Citroên, que transportavam um certo numero de livros para que no local onde elas estacionassem os leitores os pudessem consultar.

Esta ideia de levar o livro aos portugueses das zonas rurais, partiu de Branquinho da Fonseca, conhecido escritor e bibliotecário. Foi um sucesso popular : em 1962, já havia 47 bibliotecas ambulantes a circular pelo país, com 300 000 leitores assíduos e mais 3 milhões de livros emprestados.

                                   1958 Biblioteca Itinerante

A Câmara Municipal de Lisboa, passava a disponibilizar, também, este serviço à comunidade

                     “Bibliotecas” estacionadas no Palácio Galveias - Biblioteca Municipal de Lisboa

                                   1958 Biblioteca Itinerante.2jpg

                                            Uma “Biblioteca Móvel” circulando em Cascais

                                  

Sem comentários: