29 de setembro de 2010

Cascais Antigo

A Vila de Cascais nos finais do século XIX e no século XX,  em algumas imagens

                                                  Praia e antigo Casino - Esplanada 

                         

                                                              Avenida da República 

                         

                                                                       Farol da Guia

                          

            Praias da Duquesa, Nossa Senhora. da Conceição e Palácio do Conde de Calhariz

                           

                                                Estação de Caminho de Ferro em 1889

                            

                                                                          Santa Marta

                               

                                   Centro de Cascais, podendo-se ver o antigo Cinema na 1ª foto



                          Hotel Estoril-Sol                                                        Charrete, para passeios turísticos

 

7 comentários:

Isaac disse...

Muito Interessante... Agora era interessante comparar com o presente com fotos no mesmo local...

ARPires disse...

Principalmente com aquele monstro que lá colocaram agora, monstro por monstro era bem mais interessante o que lá existia.
Há nisto como em tudo na vida, quem goste e quem não goste, eu estou no grupo dos últimos.
Eu se fosse o promotor pelo menos mandava o arquitecto, perdão o Sr. Arquitecto, em viagem ao Dubai ou a Singapura para se inspirar em algo espectacular que fizesse história mas pela positiva agora pela negativa.
Não tenho recursos financeiros para mandar cantar um cego, mas se tivesse, não gastava naquele edifício um euro que fosse.
Acho o maior mamarracho construído em Portugal nos últimos tempos e ele há belos exemplares espalhados pelo país.
Só acho piada é quando dizem que a arquitectura deve ser para os arquitectos eu também acho e digo que sim, mas não para todos.

ZéBonéOaparvalhado disse...

APires

Tem toda a razão... aquilo é feio para caraças

Anónimo disse...

posso dizer que conheço por fora e por dentro e adoro são gostos.

Anónimo disse...

o arquitecto Byrne foi meu professor e acho que nunca fez nada bonito, mas sim casas para vender em Angola, por isso o edificio é preto. Em aluminio, cimento armado e pladur a 50 metros do mar vai durar até as prestações serem pagas, depois cái.
Não gosto dos caixotes e colocados ao pé do Palácio Palmela, Casa de D. Carlos na Lua de Mel e Hotel Atlantico. Se eu fizesse este projecto era exonarado da ordem.

Unknown disse...

Aquele edifício é horrível e agride toda a envolvente! É "um-monstro-de-vidro-à-beira-mar-plantado"!

Anónimo disse...

Os mesmos velhos do restelo que foram enrolados para deixarem demolir o velho Hotel Estoril Sol, peça do modernismo português e verdadeiro património cultural levantam-se agora contra o desenvolvimento das referências da arquitectura contemporânea. São a mesma raça que em toda a história se consideraram os guardas do bom gosto conservando a inércia e opondo-se ás catedrais góticas ou à construção da torre Eiffel.
Porque no te calas?