5 de março de 2014

Sociedade de Construções ERG

A “Sociedade de Construções ERG, Lda.” foi fundada em 12 de Janeiro de 1920, na Rua da Boavista em Lisboa. Foram seus sócios fundadores, o engº Melo e o Sr. VirgÍlio Lopes. Em 1954 estes sócios fundadores convidaram o engº José Fernando Pinto Lampreia para sócio. Mais tarde, e a convite do engº Lampreia entrariam, também, para a sociedade, o engenheiro José da Costa Jacinto e António Nunes Moreira de Almeida.

Os seus escritórios centrais estavam localizados na Rua Ferreira Chaves, os estaleiros e oficinas centrais em Telheiras, a oficina de carpintaria mecânica na Azinhaga das Galhardas, todas estas em Lisboa. Tinha a oficina de serralharia localizada em Carcavelos. Tinha uma delegação na região Norte em S. João da Madeira. Fora do Continente possuía uma delegação na Madeira, num conjunto composto por oficinas de carpintaria, manutenção de equipamento, armazém e apoio técnico-administrativo, em S. Martinho no Funchal.

Imagens actuais, das antigas instalações da “Sociedade de Construções ERG, Lda.”

Antigas instalações centrais, na Rua da Boavista

Edifício que albergou os escritórios centrais, na Rua Ferreira Chaves

A “Sociedade de Construções ERG, Lda.”, dedicou-se à construção de edifícios destinados a habitação, hotéis, sedes de bancos, companhias de seguros, comércio e edifícios públicos. Dedicou-se também à construção de instalações escolares, industrias e hospitalares. Alargou a sua actividade, também às urbanizações e arranjos paisagísticos.

Geograficamente, esta empresa que já em 1984 contava com 1.083 funcionários, desenvolveu a sua actividade, fundamentalmente em Portugal Continental, principalmente em Lisboa, Porto, S. João da Madeira e Algarve. Também teve uma importante presença e actividade nas Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores. No estrangeiro, foi  em Moçambique, que iniciou a sua internacionalização.

Oficinas de carpintaria mecânica

 

Serviços administrativos

                      Sala de desenhadores e projectistas                                                   Oficina de serralharia

 

1943

Algumas obras de referência da “Sociedade de Construções ERG, Lda.”:

Companhia Portuguesa de Trefilaria (1944/1945)
Fábrica da Companhia Previdente (1946)
Pavilhão de Rádio do IPO de Lisboa (1930)
Hospital distrital da Horta (1980)
Liceu D. Filipa de Lencastre em Lisboa (1930)
Hotel do Mar em Sesimbra (1963)
Lisboa Penta Hotel (1973)
Hotel Madeira Hilton (1969)
Edifício dos Serviços Postais dos CTT do Funchal (1980)
Casino Park Hotel do Funchal (1976)

           “Hotel do Mar” em Sesimbra (1963)                                     Pavilhão de Rádio do IPO de Lisboa (1930)

 

Liceu D. Filipa de Lencastre (1930)

A “Sociedade de Construções ERG, S.A.”  foi declarada insolvente em 2006 (salvo erro).

fotos in: colecção pessoal, Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian

6 comentários:

Anónimo disse...

Os sócios fundadores da Soc. de Construções ERG foram o Eng Melo e o Sr. Virgilio Lopes. Em 1954 estes 2 sócios fundadores convidaram o Eng Lampreia para ser também sócio. O Eng Jacinto e o Sr. Moreira entraram mais tarde para sócios, a convite do Emg Lampreia.
Nas obras emblemáticas da ERG deve-se também mencionar o complexo do casino da Madeira, que incluiu o Casino da Madeira, um hotel de 5 estrelas e o Cine-Teatro.
Quanto à ERG Brasil foi formada `pelo Eng Jacinto à revelia dos outros sócios da ERG de Lisboa e nada tinha a ver com esta.

José Leite disse...

Caro(a) Anónimo(a)

As informações que estão neste artigo, foram retirados de um dossier de apresentação desta empresa construtora, emprestado por um primo meu que vive no Brasil, e filho de um dos sócios da extinta ERG Brasil.

Realmente já não me recordo se no dossier dizia, sócios fundadores ou apenas sócios, e eu os tenha considerado funadores.

Na via das dúvidas vou corrigir, baseado na informação que me está a transmitir o que muito agradeço.

Com os meus agradecimentos, os meus cumprimentos

José Leite



Anónimo disse...

Obrigada pela sua correção.

No entanto gostaria de deixar claro que a ERG Brasil nunca teve nada a ver com a sociedade de construções ERG, fundada em Lisboa e que teve o seu percurso em Portugal Continental, Açores e Madeira.

Penso que a tal ERG Brasil não deveria estar referenciada nesta cronologia da ERG, pois não tem nada a ver com a Soc. de Construções ERG: os quadros humanos eram outros, as pessoas que trabalharam na ERG não tinham qualquer vínculo profissional e emocional à empresa do Brasil e foi um ABUSO enorme da parte do Eng. Jacinto ter utilizado o nome da ERG para formar uma empresa no Brasil. Os sócios da Sociedade de Construções ERG nunca foram sequer informados de que a empresa que o Eng. João Jacinto formou "às escondidas" no Brasil se chamava também ERG Brasil!
O Eng. João Jacinto já faleceu mas não posso deixar de manifestar publicamente o meu veemente repúdio pela sua falta de caráter. Não são precisas mais palavras, ficam as atitudes e estas mostram a pessoa mal formada que o Sr. Eng. João Jacinto foi...

José Leite disse...

Caro(a) Anónimo(a)

Conforme sua sugestão, e depois de confirmar alguns passos do seu comentário, retirei a parte da ERG Brasil.

Os meus cumprimentos

José Leite

Anónimo disse...

É pena ver Sociedades como a Erg falir. O mais interessante foi tudo ter piorado depois do falecimento do Eng. Lampreia.
Em 1991 as contas da empresa estavam bem, mas a partir de 1992 as dividas comecaram a aparecer. Trabalhei muitos anos na contabilidade e sai em 1993.
Tenho muita pena do que aconteceu depois do falecimento do Eng. Lampreia. O senhor tem toda a razão em tudo o que disse. O João Jacinto foi um crapula. Ao contrario do Eng. Lampreia um homem integro e idóneo.
Em que ano foi extinta?

José Leite disse...

Caro Anónimo

Não lhe sei precisar a data do seu encerramento.

Os meus cumprimentos

José Leite