21 de outubro de 2015

Junta de Província da Estremadura

A Sede da "Junta de Província da Estremadura", instalada no "Palácio Vicência" no Jardim Constantino em Lisboa, foi inaugurada, em 27 de Setembro de 1940, com  a presença do Chefe de Estado, General Óscar Carmona.

«O sr. Presidente da República tinha, de resto, nesta casa, o lugar e direitos que lhe competem: a sede da Junta é a "Casa da Estremadura" e Sua excelência é estremenho, pois nasceu em Lisboa. É, por isso, o primeiro e mais alto senhor desta casa.» in: “da Estremadura - Boletim da Junta de Província da Estremadura”

Sede da "Junta de Província da Estremadura”, no dia da sua inauguração em 27 de Setembro de 1940

A "Junta de Província da Estremadura", criada em 1938 e herdeira da extinta “Junta Geral do Distrito de Lisboa” criada em 1928, teve como primeiro Presidente o engenheiro António dos Santos Pedroso, e compreendia os seguintes distritos: Alcobaça, Alcochete, Almada, Arruda dos Vinhos, Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Cascais, Loures, Montijo, Palmela, Peniche, Seixal, Setúbal, Sintra e Sobral de Monte Agraço.

       

  

Para entender as áreas de actividade da "Junta de Província da Estremadura", transcrevo parte do texto, a propósito da inauguração desta nova Sede, e que pode ser lido na revista “da Estremadura - Boletim da Junta de Província da Estremadura” - exemplar de 1940, disponibilizado pela Hemeroteca Digital de Lisboa:

«A aquisição de sede própria para a Junta de Província da Estremadura resultou duma necessidade premente: a de que o desenvolvimento da sua missão, como corpo administrativo do Estado, de primeira grandeza, com funções de alta envergadura política e elevada espiritualidade, dificilmente se acomodava nas acanhadas e impróprias dependências da casa alugada da rua dos Anjos.
A dignidade da sua estrutura exigia, por outro lado, uma instalação mais em conformidade com o papel que, por fôrça do Código Administrativo, lhe está reservado no campo da investigação e estudo dos problemas provinciais: tutelagem dos corpos da assistência, previdência e salvação pública particulares; acção social e assistência próprias, ensino técnico e cultura popular; acção política e de coordenação económica, etc.»

       

Capa da revista “da Estremadura - Boletim da Junta de Província da Estremadura”

Em 1977 seria inaugurada o novo edifício para albergar a, então, “Junta Distrital de Lisboa” com entrada pela Rua Pascoal de Melo e pela Rua José Estevão.

Início das obras do novo edifício

Maqueta do novo edifício e após a sua conclusão em 1977

Junta Distrital de Lisboa.1 

Mais tarde a "Junta de Província da Estremadura", mudaria de designação para “Junta Distrital de Lisboa” e mais recentemente para “Assembleia Distrital de Lisboa”.

fotos in: Assembleia Distrital de Lisboa, Hemeroteca Digital

2 comentários:

João Celorico disse...

Caro José Leite,

tanto quanto me recordo e penso não estar enganado, a Junta Provincial da Estremadura, ou alguns serviços dela, em 1951 ou 1952, estava instalada na Rua Capelo, mais ou menos defronte do Governo Civil. Fui utente e "paciente"!

Cumprimentos,
João Celorico

José Leite disse...

Caro João Celorico,

Na Rua Capelo estava localizado o Dispensário da Junta.

Os meus cumprimentos

José Leite