21 de agosto de 2013

Restaurante Escorial

O “Restaurante Escorial”, abriu as suas portas em 1968 na Rua das Portas de Santo Antão, em Lisboa. Era propriedade da firma “Gonzalez, Dominguez & Garcia, Lda”, constituída por espanhóis da região da Galiza, tendo sido projectado,  pelos arquitectos Maurício de Vasconcelos e J. A. Pinto de Oliveira, com a colaboração do arquitecto Conceição e Silva.

Recordo que o arquitecto Maurício de Vasconcelos já tinha sido o responsável pelo projecto de renovação, em 1960, do Restaurante Gambrinus” (de 1937), e o arquitecto Conceição e Silva responsável pelo projecto do “Hotel do Mar” em Sesimbra, inaugurado em 1963.

“Restaurante Escorial”  em fotos de 1968, ano da sua inauguração

  

               

 

   

No “frappé” da penúltima foto, quase de certeza um belíssimo BSE (Branco Seco Especial) dos vinhos José Maria da Fonseca” … No carrinho os mui conhecidos licores “Cointreau”, “Drambuie” e o brandy “Grand Marnier” Cordon Rouge.

Interior do “Escorial” em 2010

 

 

 

Até 2010 (salvo erro), a sua ementa incluía diversas propostas gastronómicas que iam da cozinha típica portuguesa, especialidades espanholas e francesas e ainda pratos de autor.

A partir desse ano, ao mudar de proprietário, de decoração interior e de designação para “Restaurante Locanda Italiana” mudou as suas ofertas gastronómicas, e passou a Pizzaria, Snacks, Petiscos, Tapas, e Take-Away.

 

fotos in:  Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian, Restaurante Locanda Italiana

Sem comentários: