10 de agosto de 2013

Portinho da Arrábida

O Portinho da Arrábida é uma pequena aldeia, pertencente à freguesia de São Lourenço, concelho e distrito de Setúbal, mais conhecida pela sua praia adjacente. Localiza-se no Parque Natural da Serra da Arrábida que a rodeia a Norte, a Oeste de Setúbal (cerca de 13 km) e a Este de Sesimbra (cerca de 21 km), junto à foz do rio Sado.

Portinho da Arrábida

Para mim, dos locais mais bonitos da costa portuguesa, principalmente chegando por barco. Declarada, muito justamente uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal.

Imagens desde os finais do século XIX até aos anos 50 do século XX

 

 

Durante muitos anos, o Forte de Santa Maria da Arrábida, no Portinho da Arrábida, albergou a “Estalagem de Santa Maria”, a partir de 1932, quando o forte foi arrendado pelos pais de Sebastião da Gama, para esse fim. Nos anos 50 do século XX, esta ampliou a sua oferta com a construção de um «anexo» na estrada de acesso ao Portinho. A função de Estalagem durou até 1976.

                        “Estalagem de Santa Maria”                                                            Anexo da Estalagem

 

Este forte marítimo, complementa o conjunto de fortificações setecentistas que, erguidos no contexto da guerra de Restauração da independência de Portugal, se estendiam pelo litoral desde Setúbal até ao Forte de São Domingos da Baralha, perto do cabo Espichel.

A partir de 1978, o Forte de Santa Maria da Arrábida passou integrar o Parque Natural da Arrábida, passando a ser considerado Imóvel de interesse público. Desde então, foram efectuadas extensas obras de consolidação e restauro, adaptando-se o monumento à função de Museu Oceanográfico (1991), que mantém, no local, um centro de biologia marinha. Uma pequena loja comercializa itens relacionados à área protegida do parque e oferece café aos visitantes. Presentemente, possui em exposição uma colecção de fauna e flora da Arrábida, fundada pelo naturalista setubalense Luíz Gonzaga do Nascimento.

Forte de Santa Maria da Arrábida e barco dos pilotos da barra de Setúbal

A seguir ao Portinho da Arrábida, em direcção a Setúbal, de referir outras duas bonitas praias, Galápos e Figueirinha

Praia de Galápos

Praia da Figueirinha

 

E já agora a última praia antes da cidade de Setúbal …

Albarquel

A ligação, por estrada, mais facilitada entre estas praias e o Portinho da Arrábida só foi construída nos finais dos anos 70 do século XX. Anteriormente o caminho mais curto entre era tomando um desvio na fábrica de cimentos Secil, no Outão, para a Serra da Arrábida e depois, sensívelmente a meio da serra, tomar o desvio para o Portinho.

Estrada entre a Serra da Arrábida e o Forte de Santa Maria

O acesso ao Portinho, no troço entre o Forte de Santa Maria e a praia, sempre foi muito dificultado, pelo facto da estrada não permitir a circulação de dois veículos,  em ambos os sentidos em simultâneo. Ainda me lembro ao descer, ou a subir, este troço se aparecia um carro em sentido contrário … quem recuava? … confusão instalada…

Na encosta da Serra da Arrábida, acima do Portinho, situa-se o Convento da Arrábida, fundado em 1542 por Frei Martinho de Santa Maria, franciscano castelhano a quem D. João de Lencastre (1501-1571), primeiro duque de Aveiro, cedeu as terras da encosta da serra.

                                                                             Convento da Arrábida

Em 1863, a “Casa de Palmela” adquiriu o convento mas as obras só começaram nas décadas de 40 e 50 do século seguinte. Quarenta anos depois, em 1990, o seu então proprietário, Manuel de Souza Holstein Beck, vendeu o convento e a área envolvente, num total de 25 hectares, à “Fundação Oriente”, a única instituição, que, em seu entender, dava garantias de manter os mesmos valores com que, no século XVI, os seus antepassados o entregaram aos arrábidos.

Portinho da Arrábida actualmente

Portinho da Arrábida.3 Portinho da Arrábida.4

fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian, Delcampe.net

Sem comentários: