9 de outubro de 2013

Água de Carvalhelhos

Carvalhelhos é uma aldeia barrosã que faz parte da freguesia de Beça, concelho de Boticas, que assenta na vertente leste da Serra das Alturas de Barroso, a cerca de 800m de altitude; fica a 27 km de Chaves, para Sudoeste.

Admite-se que as termas das “Caldas Santas” de Carvalhelhos já fossem conhecidas dos romanos, como o levará a crer a descoberta de um castro levada a efeito pelo Prof. Dr. Joaquim Santos Júnior, professor da Faculdade de Ciências do Porto. Além de médico, antropólogo doutorado e arqueólogo iniciou e dirigiu algumas escavações que puseram a descoberto as casas circulares típicas dos castros, parte da muralha e da porta que lhes dava acesso.

“Caldas Santas” de Carvalhelhos

 

“(...) Das águas santas de Carvalhelhos se diz que foram descobertas em em 1915, por uma pastora que nelas lavou os pés em chaga e ficou curada. Ganharam fama com um fotógrafo do Porto que chegou aqui "como um Lázaro" e documentou a sua própria recuperação. A fábrica de água engarrafada funciona desde 1948 e passou para as mãos da família Lavouras, da região, em 1984.(...)” in Diário de Notícias.

                               Outubro de 1915                                                                             Julho de 1916

         

O primeiro director-clínico das termas das “Caldas Santas” de Carvalhelhos, foi o Dr. Augusto Gonçalves Moreno, entre 1950 e 1981, e a primeira análise química às suas águas, que brotam em duas fontes, denominadas Stella e Lucy, em homenagem às filhas do fundador da empresa, foi realizada pelo Professor Charles Lepierre.

Água “Caldas Santas” de Carvalhelhos

 

  

 

As notáveis propriedades medicinais destas águas deram origem à actividade termal, surgindo então as "Caldas Santas de Carvalhelhos". Com o alvará de concessão atribuído em 1915, inicia-se a exploração e comercialização desta água.

Estância Termal de Carvalhelhos integra-se no Grupo Termal do Alto Tâmega, constituído por Pedras Salgadas, Vidago, Chaves e Carvalhelhos.

                          

 

Esta água levemente radioactiva, bicarbonatada sódica fluoretada, tem as seguintes Indicações terapêuticas:

Doenças de pele e patologias dermatológicas, afecções do aparelho digestivo e do aparelho circulatório, rins, alergias, reumatismo e hipertensão.

                                                      1957                                                                   cápsula ou “carica”

                         

Durante as décadas seguintes, a empresa “Água de Carvalhelhos, S.A.” introduziu múltiplas inovações tecnológicas nas mais variadas áreas de produção, algumas pioneiras no nosso país. Em 1989 foi a primeira empresa a introduzir no mercado a embalagem de politereftalato de etileno (PET), de elevada qualidade e à qual o mercado só aderiu dez anos mais tarde. Foi também das primeiras, na indústria das águas engarrafadas, a instalar um laboratório de análises físico-químicas e bacteriológicas.

fotos in: Delcampe.net, Hemeroteca Digital, Água de Carvalhelhos, S.A.

Sem comentários: