4 de setembro de 2018

Hotel das Arribas na Praia Grande

O primeiro "Hotel das Arribas", localizado na Praia Grande, no concelho de Sintra, e projectado pelo arquitecto Raúl Tojal (1899-1969) foi inaugurado em 17 de Junho de 1966. O seu proprietário era Alfredo Nunes Coelho que já detinha os restaurantes "Casa da Ponte", no Rodízio e "Casa das Arribas" na Praia Grande. Recordo que o arquitecto Raúl Tojal viria a ser o responsável pelo projecto do “Hotel Estoril-Sol”, inaugurado em Cascais a 15 de Janeiro de 1965, entretanto já demolido.

De referir que, Alfredo Nunes Coelho, já em 1954 tinha constituído a "Sociedade de Banheiros Reunidos, Lda." e a "Sociedade Praia de Sintra, Lda.", juntamente com Fortunato Francisco Caeiro, Raúl Duarte de Carvalho, Fernando de Carvalho, José Manuel Loureiro dos Santos, Fortunato Carvalho, Henrique Duarte de Carvalho e Francisco Concurrio, que exploravam os balneários e os banhos da "Praia pequena" e da "Praia Grande". Um dos sócios, Fortunato de Carvalho, tinha inaugurado no Verão de 1954, o «moderno e confortável restaurante, a preços acessíveis "A Galé" ».

O projecto para este Hotel residencial, tinha dado entrada na Direcção dos Serviços Hidráulicos em Dezembro de 1958, depois de ter sido aprovada a sua construção pelo “S.N.I - Secretariado Nacional da Informação, Cultura Popular e Turismo". A propósito o jornal "Diario de Lisbôa", de 24 de Dezembro de 1958, escrevia:

«O autor do projecto é o conhecido arquitecto Raúl Tojal que, ao elaborá-lo demonstrou mais uma vez o seu amor aquela região privilegiada e vai contribuir grandemente para a solução de um problema cuja existência muito tem prejudicado o merecido desenvolvimento da Sintra litoral, tão cheio de encantos e beleza.
Efectivamente, se entre Sintra e a Praia das Maçãs abundam as pensões, os restaurantes e as casas de comidas, o certo é que não existe um único hotel, o que evita que mutas pessoas, em especial estrangeiras, gozem as delícias das excelentes praias daquela zona.»

Local onde viria a ser construído o “Hotel das Arribas” e após a sua construção

 

O "Hotel das Arribas", com os seus 36 quartos, todos com casa de banho e virados ao mar, inseriu-se num conjunto cuja realização tinha sido iniciada com a construção do restaurante "Casa das Arribas", de balneários e da estrada de acesso à praia, que se prolongava até às rochas que separam a Praia Grande da Praia da Adraga.

 

                   

Em 5 de Maio de 1966 era inaugurado um novo empreendimento das “Organizações Alfredo Nunes Coelho” na Praia Grande. O “Complexo Turístico das Arribas”, um conjunto “Hotel das Arribas”, aqui só com 25 quartos inicialmente, e piscinas oceânicas, projecto dos arquitectos Raúl Tojal e Manuel  Coutinho de Carvalho. Neste caso, poderíamos considerar que o complexo turístico das Arribas não é tanto um Hotel com Piscina, mas mais uma Piscina com um Hotel.

Este conjunto, decorado por Sebastião Cabral Lopes, era composto ainda por um salão de festas, um restaurante, instalações de hidroterapia e parques de estacionamento. O seu custo elevou-se a 25.000 contos (25.000.000$00), tendo o Estado comparticipado com 11.000 contos através de um empréstimo da “Caixa Nacional de Crédito”, formalizado pelo “Fundo de Turismo”.

 

A piscina para adultos adultos era, na época, a maior da Europa e alimentada por água salgada, sendo a higienização da sua água, assim como da piscina para as crianças, da responsabilidade do engenheiro químico Guedes Campos. A piscina grande tinha 100 metros de comprido por 34 metros de largura, com uma profundidade entre os 0.90 m e os 3,50 metros, com uma capacidade para 6 milhões de litros de água, com uma renovação de 600 metros cúbicos por hora.

 

Actualmente, o primitivo “Hotel das Arribas” é um edifício de 24 apartamentos (com quarto e kitchnet) para turismo e de seu nome “Apartamento Praia Grande-Sintra.

 

O antigo conjunto Estalagem e piscinas, é actualmente propriedade da empresa “Conjunto Turístico das Arribas, S.A.” e denominado de “Arribas Sintra Hotel”. Com 3 estrelas, foi ampliado em 1 piso, aumentando a sua oferta de quartos e profundamente renovado. A última renovação foi efetuada em 2012 pela “Ideias Associadas Arquitectos, Lda.”

 

 

 

fotos in: Delcampe.net, Arquivo Municipal de Sintra, Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian (Estúdio Mário Novais),

2 comentários:

ié-ié disse...

Há bruxas!!!

Ainda esta semana me falaram deste hotel e das Conferências Das Arribas..
abraço,

LPA

José Leite disse...

E bruxos, também !!!

Abraço

José Leite