17 de novembro de 2016

Escola Prática de Comércio

A "Escola Pratica de Commercio", localizada no terceiro andar da Rua do Ouro, nº 87, esquina com a Rua da Assunção, em Lisboa, foi fundada em 1903, pelo guarda-livros e professor Horacio Inglez Tavares que, além de proprietário, exercia as funções de director. O primeiro ano lectivo, nesta Escola teve início a 15 de Outubro de 1903.

Quanto às suas actividades curriculares, deixo o anúncio seguinte no ano da sua abertura de 2 de Outubro de 1903, que elucida bem.

Lembro que a instituição do ensino comercial no extinto “Instituto Industrial de Lisboa” ficou a dever-se ao ministro Fontes Pereira de Melo, o qual passou a designar-se por “Instituto Industrial e Comercial de Lisboa”. Este ensino reduziu-se a praticamente duas cadeiras:  1- Princípios de Economia Politica e História Geral do Comercio; 2- Escrituração e Contabilidade Industrial e Comercial, Seguros, Câmbios, Letras, exercícios práticos comerciais e Geografia comercial.

Fotos do interior da “Escola Pratica de Commercio” de 3 de Janeiro de 1914

 

 

Escola Pratica de Comercio.7 Escola Pratica de Comercio.11

Escola Pratica de Comercio.15 Moeda 50 centavos.1

A reforma de 1891, retirou o ensino elementar dos Institutos, trazendo-o para as Associações Comerciais de Lisboa e Porto, tendo-se estabelecido em algumas Escolas Industriais do país, criando assim uma rede embrionária de Escolas Comerciais. Nestas Escolas podia-se ministrar o curso elementares e o curso complementar de comércio.

“Instituto Comercial Pereira de Sousa” fundado em 1899, num anúncio de 1917 e fundado em 1899

As Escolas Comerciais tinham como finalidade a qualificação de empregados subalternos do comércio de ambos os sexos. O curso elementar de comércio possuía disciplinas como Contabilidade, Comércio, História e Geografia Comercial Portuguesa, preparando o aluno para a aprendizagem da profissão. O  curso complementar era mais extenso e no leque das suas disciplinas, contemplava a Aritmética, Geometria, Mecânica, Física, Química, História Natural, Português, Geografia, História Geral, Princípios de Moral, Direito e Economia.

 

 

 

Paralelamente a este ensino comercial oficial, a partir do século XIX surgiram algumas importantes iniciativas privadas que desenvolveram neste domínio um trabalho notável, como a “Escola Pratica de Commercio” de Lisboa. Existiu outra no Porto, na Praça da Trindade e fundada por Leopoldo Carlos d’Alcântara Carreira, que encerraria em finais de 1907, com a morte repentina do seu fundador. As suas instalações seriam trespassadas à “Escola Pratica Commercial Raul Doria”, fundada em 30 de Novembro de 1902, e que ali instalaria a sua escola feminina.

1907

31 de Agosto de 1904

Bibliografia: História da Formação Profissional e da Educação em Portugal”,  de Carlos Fontes

fotos in: Arquivo Municipal de Lisboa, Hemeroteca Digital

2 comentários:

Bic Laranja disse...

Deveras interessante. O apetrechamento da escola era notável, também.
Cumpts.

José Leite disse...

Realmente os cenários exemplificando diversos tipos de guichets e negócios eram muito bem feitos.

Outros tempos ...

Cumprimentos