20 de janeiro de 2016

Restaurantes “Aquário” e “A Choupana”

Os restaurantes “Aquário”, em Lisboa, e “A Choupana”, em São João do Estoril, pertenceram à mesma sociedade liderada pelo galego Manuel Outurela Costa, a “Sociedade Avenida-Café, Lda.”. Este, viria a formar uma outra sociedade, em 1956, com o maestro Shegundo Galarza que tocava na “A Choupana” e no “Vela Azul”, para a fundação do  restaurante “Monaco”, no lugar do “Vela Azul” que tinha sido inaugurado em 30 de Dezembro de 1945, em Caxias.

O restaurante, marisqueira e cervejaria “Aquário” foi o primeiro a ser fundado no primeiro trimestre de 1946, na Rua Jardim do Regedor, em Lisboa, e sob projecto do arquitecto Filipe Nobre de Figueiredo (1913-1989).

Rua Jardim do Regedor e o restaurante “Aquário” no primeiro prédio à esquerda na foto

 

 

 

16 de Março de 1946

Mesmo em frente a este restaurante, do número 37 ao 45, ficava o “Negresco” outro restaurante, bar e dancing de luxo de grande prestigo e inaugurado em 5 de Março de 1937. Encerraria em 1970, já apenas como restaurante, e nos anos seguintes, passou a ser o  “Bonjardim” self-service no piso térreo e restaurante de luxo no 1º andar, até ser transformado no actual “Da Vinci - Ristorante, Pizzeria”  (ex-“Valentino”).

Em 1 de Setembro de 1948, Manuel Outurela Costa e seus sócios abririam o restaurante, bar, salão de chá e dancing “A Choupana” em São João do Estoril.

 

 

                                1949                                                                           21 de Maio de 1955

 

1958

Em 1951 a sociedade proprietária dos restaurantes “Aquário” e “A Choupana” já eram, também, proprietários do “English Bar” no Monte Estoril, que tinha sido fundado em Dezembro de 1945, por «Luiz ex-barman do Estoril Palácio Hotel».

23 de Dezembro de 1945

1951

O restaurante “A Choupana”, esteve fechado uns anos mas reabriria remodelado em 2008, com a nova designação de “Choupana Gordinni”, embora noutro registo. Os proprietários que o recuperaram são Tiago Gordinni e Catarina Macário donos do “Grupo Gordinni”.

 

 

fotos in: Hemeroteca Digital, Arquivo Municipal de Lisboa, Choupana Gordinni

Sem comentários: