5 de junho de 2015

Restaurante do Aeroporto de Lisboa

O Aeroporto de Lisboa na Portela de Sacavém, projectado pelo arquitecto Francisco Keil do Amaral entrou ao serviço em 19 de Outubro de 1942. A sua inauguração simbólica tinha tido lugar na véspera, dia 18 de Outubro, tendo a cerimónia sido presidida pelo Ministro da Obras Públicas e Comunicações eng. Duarte Pacheco.

Aerogare do “Aeroporto de Lisboa” aquando da sua inauguração em 19 de Outubro de 1942

64

No Aeroporto de Lisboa já estavam  instalados os postos da Polícia Internacional, Guarda Fiscal, Afândega, serviços radioeléctricos e meteorológicos, e escritórios das cinco grandes companhias aéreas: “BOAC - British Overseas Airways Corporation”, “Lufthansa”, “Ala Littoria”, “Iberia” eAero Portuguesa”. O posto do "SPN - Secretariado de Propaganda Nacional". Começaria a funcionar dias depois, assim como o seu primeiro pequeno restaurante-bar.

Em 22 de Março de 1947, após a primeira pequena ampliação e construção da “torre de controle” do “Aeroporto de Lisboa”, foram inaugurados o novo bar, restaurante, esplanada e cantina, promovidos pelo industrial hoteleiro Alexandre de Almeida, através da sua empresa “Hotéis Alexandre d’Almeida”, tendo as obras sido executadas pela empresa "Sociedade de Construções Amadeu Gaudêncio, Lda."

Bloco do restaurante-bar e esplanada ainda em construção por cima da entrada/saída de passageiros para a pista

 

Esplanada e restaurante-bar já concluídos

O novo restaurante tinha capacidade para 100 pessoas. No piso superior estava instalada a sala de jantar envidraçada com vista para o Aeroporto onde ficava a esplanada, e no andar inferior a cantina para as tripulações dos aviões assim como o Bar.

Sala do Restaurante

 

Bar e Esplanada

 

Cozinha

 

Para quem quisesse ver os aviões sentado na esplanada, nada de “borlas” …


gentilmente cedido por Carlos Caria

Postal publicitário

Restaurante do Aeroporto de Lisboa.6

Factura de 1954. Muito caro, para a época …

Nota: para aceder á história do “Aeroporto de Lisboa”  no período compreendido entre 1942 e 1947, aceder ao seguinte link, neste blog: “Aeroporto de Lisboa entre 1942 e 1947”.

fotos in:  Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian

4 comentários:

João Menéres disse...

O preço era sobre o puxado...mas pela vista valia !

José Leite disse...

Caro João Menéres

O preço não era puxado ... era puxadíssimo !!!! A vista saía bem cara.

Mesmo ao lado esquerdo deste bloco, mas no plano térreo, havia um varandim para as despedidas e de borla ...

Os meus cumprimentos

José Leite

Graça Sampaio disse...

Sou tão "antiga" que me lembro de ter ido lá (ao varandim,claro! que a esplanada era só para alguns...) dizer adeus ao meu pai que foi à Venezuela aí por 64....

Cumprimentos gratos pelas memórias.

José Leite disse...

D. Graça Sampaio

É sempre um prazer ler os seus comentários, felizmente leitora "antiga" e assídua deste blog.

Quanto à "antiga" que a senhora se refere é um previlégio.

Os meus cumprimentos

José Leite