24 de janeiro de 2014

Instituto de Altos Estudos Militares

No âmbito da Lei da “Organização do Exército” a 25 de Maio de 1911, foi criada a “Escola Central de Oficiais” com o objetivo de dar continuidade à formação superior dos oficiais do Exército, em complemento da formação básica ministrada na “Escola de Guerra”. A Escola acabaria por ser organizada apenas em dezembro de 1913, passando a funcionar em Mafra em 1914 e transferida para Runa em 1920. Em 1927, a Escola foi reorganizada e instalada no antigo Paço Real de Caxias.

A Lei n.º 1960 de 1 de Setembro de 1937 - “Organização do Exército” - previa a existência de um “Instituto de Altos Estudos Militares”, onde seria realizado o Curso de Estado-Maior, bem como os cursos e estágios destinados à preparação dos altos comandos do Exército. No entanto, só em 10 de Janeiro de 1940, e por decreto, foi organizado o “Instituto de Altos Estudos Militares”, a partir da transformação da “Escola Central de Oficiais”.

O “Instituto de Altos Estudos Militares”, manteve-se instalado em Caxias até 1959, altura em que foi transferido para Pedrouços, em Lisboa, instalando-se no antigo palácio e quinta dos duques do Cadaval, convenientemente adaptados para o efeito.

Antigo Palácio dos Duques de Cadaval em Pedrouços, actualmente

“Instituto de Altos Estudos Militares”, em fotos de 1960

 

 

À data da sua extinção, eram ministrados no “Instituto de Altos Estudos Militares” os seguintes cursos:

- Curso Superior de Comando e Direção
- Curso de Estado-Maior
- Curso de Promoção a Oficial Superior

A 27 de Setembro de 2005, o “Instituto de Altos Estudos Militares”, foi fundido com os institutos de altos estudos homólogos da Marinha - “Instituto Superior Naval de Guerra” - e da Força Aérea - “Instituto de Altos Estudos da Força Aérea” -, dando origem ao “Instituto de Estudos Superiores Militares” .

 

fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian

Sem comentários: