30 de setembro de 2013

COPAM - Companhia Portuguesa de Amidos

A “COPAM - Companhia Portuguesa de Amidos, S.A.”, com sede em S. João da Talha, perto de Sacavém e no concelho de Loures,  foi criada em 21 de Julho de 1937, com o objectivo de produzir e comercializar amidos e seus derivados, principalmente de milho.

 

Esta empresa tem uma história rica em participações nas colónias ultramarinas, onde destacamos a participação na “CADUL - Companhia de Amidos do Ultramar”, onde a mandioca era a principal matéria prima.

A COPAM produz e comercializa produtos amiláceos, utilizando como matéria prima o milho. Os principais produtos fabricados são: amido, xaropes de glucose, xaropes de glucose-frutose e dextrose, e os co-produtos obtidos são: corn gluten feed, corn gluten meal e corn germen.

 

                                

 

Os processos tecnológicos usados em todas as linhas produtivas são os adoptados internacionalmente em fábricas congéneres, laborando a fábrica em regime contínuo (24h/dia , 7 dias/semana). Toda a sua produção é vendida a outras indústrias, sendo as principais: refrigerantes, antibióticos, cervejas, papel, confeitaria, cartão canelado, óleos, rações para animais.

 

 

Em 1978 a “RAR - Refinarias de Açúcar Reunidos, S.A.”, adquire uma participação no capital social da “COPAM - Companhia Portuguesa de Amidos, S.A.” , mantendo em 31-12-2012 101.430 acções correspondendo a 10,14% do capital social da empresa. De referir que, em 31-12-2012 o maior accionista da COPAM é a “Casa Agrícola HMR, S.A.”, (Herdade do Monte da Ribeira) produtora de vinhos alentejanos, com 500.000 acções correspondentes a 50% do capital.

Stand na “Feira das Indústrias Portuguesas” em 1957

Hoje a COPAM, presidida por Carlos Barbosa da Cruz, continuando a ser a única produtora no mercado nacional e apesar da concorrência cada vez mais numerosa num mercado sem fronteiras, continua a liderar o mercado nacional de amido e derivados.

fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian

2 comentários:

aragonez disse...

Mais uma vez, me recorda tempos da minha vida.
Na COPAM brinquei e cresci até aos anos 60, altura em que a minha família a vendeu à Carmona e Costa.
O meu Avô, que controlava o capital, foi o mesmo que o seu blogue referiu na inauguração do Café Chave d'Ouro, ao lado de Gago Coutinho.
O mundo é pequeno.
Obrigado por este seu espaço.

José Leite disse...

Caro Aragonez

Grato pelas suas memórias e pelas suas palavras.

Os meus cumprimentos

José Leite