24 de julho de 2013

Fábrica Santa Clara

Em 1887 surgiu em Portugal, no Porto, a primeira fábrica nacional de sabonetes e perfumes, fundada por dois alemães radicados em Portugal: Ferdinand Claus e Georges Ph. Schweder. Nesta época, estes produtos eram importados e vistos como um privilégio das classes sociais mais abastadas. Inicialmente, os sabonetes tinham a marca “F.P.C.” - iniciais de "Fábrica de Productos Chimicos Claus & Schweder, Sucrs." – e são atribuídos nomes estrangeiros a todas as linhas, para ir ao encontro aos gostos da época.

                                                                                             1907

                                                           

          Publicidade ao “Sabonete Simples” comercializado pela “Pharmacia Almeida” na Rua da Magdalena, em 1898

                                 

O sabonete pode ser «Simples», mas que a publicidade é complicada … Depois desta longa prosa, apenas … um aviso.

Seguem-se anos de forte expansão, à medida que o sabonete se populariza e acaba por roubar quota de mercado ao sabão grosseiro. Naturalmente vão aparecendo outros sabonetes como:  os sabonetes da Ach. Brito - o Musgo Real e Lavanda - sabonetes Confiança, sabonete Belkiss da Fábrica Couraça, sabonete Feno de Portugal, Lux , Palmolive, etc.

Publicidade ao sabonete “Feno de Portugal” no jornal “Diário da Manhã” de 12 de Março de 1933

                                                1939                                                                          1968

                        

                                                                                           1943

                                

O sabonete “Feno de Portugal”, que chegou a ser o mais vendido em Portugal, começou a ser fabricado pela “Fábrica Santa Clara” situada na Avenida 24 de Julho em Lisboa, nos anos 30 do século XX. O grafismo da sua embalagem foi desenhado pelo Mestre António Soares (1894-1978) entre 1933 e 1935, anos em que foi colaborador da “Fábrica Santa Clara” e responsável por toda a linha gráfica quer da empresa (logotipo, logomarca, papel de carta...), incluindo o símbolo da tulipa, quer dos vários produtos (o sabonete “Feno de Portugal”, perfumes, sabão para a barba, entre outros. Foi igualmente responsável pela elaboração dos stands em Feiras bem como de toda a publicidade em jornais e revistas.

                                                                                Fábrica de Santa Clara

 

 

                                                                 Salão de festas da Fábrica de Santa Clara

                                 

Stand na “FIL - Feira das Indústrias de Lisboa”, em 1957

 

                                           

Mais tarde, em 1971, esta fábrica e a marca “Feno de Portugal” passam para as mãos da “UNICLAR, Internacional de Cosméticos, S. A. R. L.,”, pertença do grupo CUF - Companhia União Fabril”. Nessa altura o slogan era "Feno de Portugal, o encanto da natureza".

 

                                

 

Com a nacionalização do grupo CUF em 1975 e sua subsquente extinção, é criada a “Quimigal - Química de Portugal, S.A.”, que fica com a “Uniclar”. Em 1990 a multinacional americana “Colgate-Palmolive Company” adquire a “Uniclar”  à “Quimigal”, herdando assim a marca “Feno de Portugal” e outras bem conhecidas como o lava-loiça “Super POP”, a lixívia “Javisol” e os artigos de higiene pessoal “Festa” e “Vert Sauvage”. Destas marcas todas só sobrevive ainda a “Super POP”. Quanto ao sabonete “Feno de Portugal”, continua a a ser fabricado pela “Colgate-Palmolive”, na Turquia.

         

A multinacional americana “Colgate-Palmolive”, através da sua subsidiária a empresa "Brandcare". No ano de 2015 o sabonete “Feno de Portugal” comemora 85 anos de existência. De referir que, foi realmente muito boa a concepção da imagem realizada pelo Pintor António Soares, que se manteve por mais de 70 anos.

fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian, Hemeroteca Digital, Santa Nostalgia, Prosimetron, Rua dos Dias que Voam

19 comentários:

APS disse...

Caro José Leite
Um belo trabalho de pesquisa...como sempre. Os meus parabéns!
Recordo-me que nos anos 50 do século passado, o tenor "ANTÓNIO ALVARINHO" (descoberta dos antigos COMPANHEIROS DA ALEGRIA de "Igrejas Caeiro"), fazia um reclame publicitário radiofónico ao "FENO DE PORTUGAL".
Se não me falha a memória seria mais ou menos assim:
Você não deve exigir
Um sabonete qualquer,
Para a cara.
O sabonete ideal
É "FENO DE PORTUGAL"
SANTA CLARA.

Um abraço
APS

Mendes disse...

O "Feno de Portugal" continua a fabricar-se, utilizo-o desde há muitos anos.

Tem a indicação de ser fabricado pela Colgate-Palmolive.

Obrigado pelas recordações que vai deixando por aqui.

José Leite disse...

Caro Agostinho

Sempre amável, nos seus comentários.

Grato pela sua recordação. Ainda me lembro de muitos anúncios serem cantados, como o "Formitrol" (O senhor está constipado, pois não teve cuidado ...), "Rádio Victória" (candeeiros bem bonitos, modernos e originais, ...).

Um abraço

José Leite

José Leite disse...

Caro Mendes

Muito grato pela informação, e pelas suas amáveis palavras.

Os meus cumprimentos

José Leite

Anónimo disse...

Peço desculpa pela intrusão, mas gostaria de salientar que "ir de encontro" representa uma colisão, enquanto "ir ao encontro" representa, lá está, um encontro ou união. Assim, a linha de produtos tinha nomes estrangeiros para ir ao encontro, de braços abertos, do modismo da época. Não de encontro, como se vai contra uma parede.

Acácio Sousa disse...

Também uso Feno de Portugal há muitos anos. Mas agora é fabricado na Turquia! Nem sequer na U.E.
Lamentável.

José Leite disse...

Caro(a) Anonimo(a)

Muito grato pela sua «intrusão».

Quanto à sua chamada de atenção semântica, muito agradeço.

Acontece, por vezes, a quem já deixou a escola fez 40 anos. Nem sempre consigo escrever 100% correcto, o que peço desculpa, até porque possívelmente não tive as oportunidades que o sr(a) teve. Faço o meu melhor e creio que não tem sido tão negativo assim ...

De qualquer modo sempre estamos aprendendo, como penso que acontecerá consigo.

Os meus cumprimentos

José Leite

José Leite disse...

Caro Acácio de Sousa

Muito grato pela sua informação

Os meus cumprimentos

José Leite

Anónimo disse...

Caro anónimo das 13.42:00:
O sr(a), pertence aquele grupo de pessoas sempre atentas, para quando tem um "deslize", logo acusa-las, ostentando a sua "sabedoria". Que erro é esse, comparado com o belíssimo trabalho do autor do blogue?. Valha-o Deus...

Anónimo disse...

Os meus sentidos Parabéns, está um belo trabalho de pesquisa, e eu descobri porque ando à procura de imagens de produtos feitos pela Sonadel e Uniclar - e fiquei muito contente porque a história já me era familiar, porque trabalhei na Uniclar sita no sobralinho (e que ainda trabalho cá), mas depois fomos comprados pela Colgate, trabalho à 30 anos nestas instalações e já tive vários nomes de entidade patronal - fui Uniclar - Colgate - Budelpack e hoje somos Multiflow. Só tenho que adiantar que das marcas antigas da Sonadel e da Uniclar continuam a existir (na Colgate), o Feno de Portugal, o Super POP e o Javisol lixivia. Mais uma vez muitos parabéns por este trabalho e vou continuar a minha pesquisa para ver se tenho sorte.

José Leite disse...

Caro(a) Anonimo(a)

Muito grato pelo seu comentário e pelas suas informações.

Os meus cumprimentos

José Leite

Ana Ornellas disse...

Em primeiro lugar quero dar os parabéns pelo vosso Blog, e agradecer toda a informação, que vem colmatar enormes lacunas de conhecimento, num leque muito vasto de temas.
Gostaria porém de salvaguardar a seguinte informação: das imagens que estão acima reproduzidas, da 4ª, 5ª, 6ª, da 7ª à 11ª, 16ª, 17ª e 18ª, o design ou lettering dos produtos, a autoria é do Pintor António Soares e não de Fred Kradolfer, que virá eventualmente a trabalhar na Fábrica Santa Clara, mas depois de 1935. Portanto, onde aparece "O grafismo da sua embalagem foi desenhado por Fred Kradolfer" deverá aparecer: "O grafismo da sua embalagem foi desenhado por António Soares" entre os anos 1933 e 1935, em que foi colaborador da Fábrica Santa Clara e responsável por toda a linha gráfica quer da empresa (logotipo, logomarca, papel de carta... da Fábrica Santa Clara, incluindo o símbolo da tulipa - imagem 4 e 6 e fotos 8 e 11) quer dos vários produtos (o sabonete Feno de Portugal, perfumes, sabão para a barba, entre outros - imagens 16, 17 e 18). Foi responsável pela elaboração dos stands em Feiras bem como de toda a publicidade em jornais e revistas (como se pode ver na imagem 4).
O meu nome é Ana Isabel de Ornellas Soares, sou sobrinha do Pintor António Soares (1894/1978) e o meu Pai é o único irmão vivo deste artista e detentor de todo o espólio e Direitos de Autor. Para além disso, desde a morte do meu Tio que o meu Pai tem vindo a organizar e catalogar todo o espólio - neste momento temos inventariados mais de 400 originais só da sua colaboração com a Fábrica Santa Clara.
Vai ter lugar uma Exposição, entre 20 de Setembro de 2014 e 21 de Março de 2015 na Fundação Escultor José Rodrigues, no Porto, comemorando o 120º aniversário de nascimento do Mestre António Saores, onde vão aparecer alguns trabalhos aqui acima referenciados.
Agradeço a rectificação da informação veiculada.
Pode ainda consultar o site: www.mestreantoniosoares.org; e o blog www.mestreantoniosoares.blogspot.pt
e ainda www.fejrodrigues.pt
O vosso trabalho é a todos os títulos precioso e importante, e agradeço que não levem a mal a rectificação que aqui sugiro.

José Leite disse...

D. Ana Ornellas

Muito grato pelas sua amáveis palavras relativas ao trabalho que tenho vindo a desenvolver.

Igualmente agradeço toda a informação adicional e a correcção devida.

Já procedi à respectiva alteração e acrescentei a informação que teve a gentileza de me fornecer.

Os meus cumprimentos

José Leite

Ana Ornellas disse...

Caro José Leite,
Muito obrigada pela vossa colaboração. Já agora, ainda posso dar mais uma informação mais recente, dada em primeira mão pela Colgate/Palmolive (Ago2014) e depois pela Directora de Marketing da empresa que comprou a marca, e que é uma empresa portuguesa: no próximo ano o sabonete Feno de Portugal comemora 75 anos. Pela parte que me toca, observo: o curioso é que foi realmente muito boa a concepção da imagem realizada pelo Pintor António Soares, que se manteve por mais de 70 anos!...
Ah! e também posso acrescentar que a empresa que adquiriu o FENO DE PORTUGAL foi a Multiflow (já acima referido por um senhor que ainda lá trabalha).
Continuem o vosso excelente trabalho,
M. Cumprimentos,
Ana Ornellas

José Leite disse...

D. Ana Ornellas

Muito grato pela sua colaboração e pelas suas informações adicionais.

Os meus cumprimentos

José Leite

Jose Duarte disse...

Um trabalho de pesquisa brilhante,e bem
conseguido...parabens ao autor...

José Leite disse...

Caro José Duarte

Muito agradecido pelas suas simpáticas palavras.

Os meus cumprimentos

José Leite

Ana Ornellas disse...

Estimado José Leite,

Peço desculpa mas o erro foi meu, a empresa a quem a Colgate/Palmolive vendeu a marca "Feno de Portugal" é a empresa "Brandcare", e o Feno de Portugal vai fazer não 75 mas 85 anos, em 2015 (claro! Se foi criado em 1930…)
Não deixem de nos visitar na Fundação Escultor José Rodrigues!
Um abraço e grata pela atenção.
Ana Isabel de Ornellas

Ulisses Santos disse...

Boa tarde
o meu nome é Ulisses Santos
eu trabalhei nesta fabrica Santa Calara
na AV 24 de Julho em 1980 entrei como paquete ou mosso de recados
tenho um frasco e uma caixa antiga desta fabrica
era uma bela Fabrica
já estava em dificuldades financeiras