11 de junho de 2013

Estação dos CTT dos Restauradores

Em 10 de Julho de 1939, foi inaugurada pelo Ministro das Obras Públicas e Comunicações, engenheiro Duarte Pacheco, a Estação dos Correios da Praça dos Restauradores, no antigo Palácio Anjos em Lisboa.

                                  Estação CTT Restauradores (1939).0

                                                                             Pagela da inauguração 

              

               Estação CTT Restauradores (1939).2

                                  Estação CTT Restauradores (1939).0.1

Projectada pelo arquitecto Adelino Nunes, teve como seu primeiro chefe de Estação, Diamantino Martins Vargas.

Mas … «Não quer isto dizer que desapareça a velha e modesta estação existente na parte superior da estação do Rossio, que continuará a vender selos e a receber as correspondencias vulgares e as de "ultima hora", tambem recolhidas, com igual eficiencia, na dos Restauradores, bem como os telegramas.»

                                               Estação dos Correios  na parte superior da Estação do Rossio

                                  Estação CTT Rossio.1

Nesta estação dos Restauradores, ficaram disponíveis ao público os seguintes serviços: correio aéreo, venda de selos, registo de correspondências, vales postais e telegráficos, valores declarados, caixa económica postal, posta restante, aceitação de correspondência oficial, telegramas nacionais e internacionais, serviço telefónico para Lisboa e arredores, interurbano, para as ilhas e para o estrangeiro.

Estação CTT Restauradores (1939).4 Estação CTT Restauradores (1939).5

                                        Estação CTT Restauradores (1939).6

Estação CTT Restauradores (1939).7 Estação CTT Restauradores (1939).3

                                 

fotos anteriores in:  Fundação Portuguesa das Comunicações, Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian

«Um dos serviços novos da estação dos Restauradores é o da correspondencia por via aerea. Até agora, quem queria utilizar o avião tinha de levar a correspondencia á estação e esperar que ali pesassem, selassem e recebessem. Desde hoje, na Estação dos Restauradores - que funcionará ininterruptamente - há um receptáculo para a correspondencia por via aerea que cada um pode selar em casa. E se os selos colocados forem insuficientes, só resultará daí o inconveniente da correspondencia seguir por via ordinaria: o vapor ou o comboio.» citações in: “Diário de Lisboa”

                                                    Estação dos Correios dos Restauradores actualmente

Estação CTT Restauradores.8 Estação CTT Restauradores.9

Estação CTT Restauradores.10 Estação CTT Restauradores.11
fotos a cores in: CTT

Sem comentários: