14 de janeiro de 2013

Dispensário Doutor Lopo de Carvalho

O Professor Doutor Fausto Lopo de Carvalho filho do tisiologista Lopo José de Figueiredo Carvalho, estudou na Universidade de Coimbra, onde terminou o curso de Medicina, em 1916. Iniciou a carreira docente na Faculdade de Medicina de Coimbra, mas mudar-se-ia para a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, em 1927, leccionando a disciplina de Propedêutica Médica.

                                                Prof. Doutor Fausto Lopo de Carvalho (1890-1970)

                                                                   


Entretanto em 1921 o Prof. Dr. Lopo de Carvalho abre um consultório na cidade da Guarda, para atender, acima de tudo, doentes pobres.

                                                        Consultório do Dr. Lopo de Carvalho em 1921

                              

Em 1925, passaria a Dispensário Antituberculoso.

                                               Vistas exteriores do "Dispensário Dr. Lopo de Carvalho"

 

                                   Hall de entrada                                                                       Sala de espera                      

 

                                                                                        Raio X

                                                

                                 Consultório médico                                                                       Vacinação

 

Em 1931, o Dr. Fausto Lopo de Carvalho comunicou à Academia das Ciências de Lisboa os resultados dos trabalhos que o levaram à descoberta da Angiopneumografia, juntamente com Egas Moniz e Almeida Lima. Foi presidente da Comissão Executiva da "ANT - Assistência Nacional aos Tuberculosos", de 1931 até 1938. A partir de 1934 passou a dirigir a Clínica de Doenças Infecciosas do Hospital Escolar de Santa Marta, nesse tempo pertencente à Faculdade de Medicina de Lisboa, onde se manteve até atingir o limite de idade.

Lembro que a "Assistência Nacional aos Tuberculosos" foi criada em 17 de Agosto de 1899, por iniciativa da Rainha D. Amélia, com sede no então designado "Instituto Rainha D. Amélia", na Avenida 24 de Julho em Lisboa.

                                            "Instituto Rainha D. Amélia" na Avenida 24 de Julho em Lisboa

                               

                          1928                                                        1933                                                         1935

   

Em Maio de 1934, o Dr. Fausto Lopo de Carvalho foi eleito sócio correspondente da Academia das Ciências de Lisboa, passando a sócio efectivo em 1956, ocupando a cadeira que ficara vaga com a morte de Egas Moniz. Em 1937 dirigiu a organização do X Congresso da União Internacional contra a Tuberculose, que teve lugar em Lisboa. Foi então eleito presidente dessa União, cargo onde se manteve até 1950. Jubilou-se na Faculdade de Medicina de Lisboa a 15 de Maio de 1960.

                                                        Dispensário Dr. Lopo de Carvalho, actualmente

                               

fotos in: MatrixNet, Biblioteca Nacional de Portugal, Arquivo Municipal de Lisboa

O link a esta página está disponível ao clicar na imagem do suplemento respectivo colocado na barra lateral do blog.

3 comentários:

Luís Alberto Meneses Almeida disse...

Foi com interesse que li o artigo sobre o Dispensário Doutor Lopo de Carvalho que foi dirigido por um antigo professor da faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.

Seria igualmente interessante que fosse feita a investigação a centros médicos semelhantes existentes noutras cidades de Portugal e lembro-me que existiu na cidade de Coimbra uma instituição com a seguinte designação: Dispensário Anti-Tuberculoso Doutor Adelino Vieira de Campos, nome de um que antigo professor na faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Um dos seus directores foi meu avô paterno,Lúcio de Almeida, que fazia parte do corpo docente da faculdade de Medicina em Coimbra e foi professor catedrático de clínica pediátrica entre 1941 e 1966.

Luís Alberto Meneses Almeida disse...

Devo rectificar algumas informações que não estavam totalmente correctas e que escrevi quando citei aspectos do Dispensário Anti- Tuberculoso Doutor Adelino Vieira de Campos.
Em primeiro lugar o nome e grau académico completo do professor de Medicina é, Doutor Adelino Vieira de Campos Carvalho.
Em segundo mas não menos importante aspecto é que Lúcio de Almeida que sucedeu a Adelino Vieira de Campos Carvalho na direcção do Dispensário Anti-Tuberculoso era médico pediatra e foi professor catedrático de clínica pediátrica entre 1942 e 1966.
Agradeço que me publiquem esta pequena nota rectificativa em homenagem dos 2 professores de Medicina aqui citados.

José Leite disse...

Caro Luís Almeida

Muito grato pelas informações adicionais.

Os meus cumprimentos

José Leite