17 de maio de 2012

Propaganda do Estado Novo (5)

                                                               União Nacional em 1939 …                                               

                                 

                                                                        … e em 1941           

                                  

                                                                   Presidenciais de 1949

        

Panfletos e cartazes in: Biblioteca Nacional Digital, Ephemera

5 comentários:

Anónimo disse...

ao ver como estamos hoje , deixo aqui uma pergunta , afinal estamos ou não estamos melhor ?desde 74 animação não nos falta e sempre a aumentar , será que estávamos bem e simplesmente não o sabíamos ?

Isabel Esse disse...

Substituindo "Estado Novo" e "Salazar" e melhorando o grafismo poderíamos obter propaganda actual e, provavelmente, igualmente enganosa.

Ver estas imagens, ou ler textos das Farpas, por exemplo, mostra quão pouco este país e os seus habitantes mudaram - e tanto tempo passou, tantas oportunidades se perderam...

Graça Sampaio disse...

Garantir a Paz - podre - e o pão - pouco e só para alguns...

Anónimo disse...

não se concordar com os cartazes de 1939/41 é desconhecer o seu passado e como se encontrava o país na IªRep. com os cartazes de 1949 garantir paz e pão parece que mais uma vez não sabem como a Europa estava faminta em 49 ainda a recuperar de uma grande guerra que embora em Portugal o estado novo soubesse deixar o país em PAZ devido à falta de alimentos geral na Europa havia a garantia pelo menos do PÃO em Portugal , depois há os que preferem simplesmente desvirtuar , uma coisa é certa se trocássemos Salazar e o estado novo por Ché e Fidel e Cuba ,e fizessem exactamente o mesmo mas em ideologia diferente , Salazar teria sido muito bom e os outros muito maus , não faltaria hoje camisolas com a face de Salazar já o Ché se fosse daqui e do estado novo seria um assassino (que o foi na verdade)

Rodolfo Sousa disse...

Sem duvida que eram tempos em que a Pátria vinha em primeiro lugar, organização, autoridade, disciplina e união nacional. Depois do golpe militar de 74, chegou o parasitismo, falência, dividas, individualismo, corrupção muita, traidores mais que muitos e o povo paga a fatura deste desgoverno.
Ao Dr. Oliveira Salazar deveria ser erguida uma estátua do tamanho do Cristo rei em memoria do grande estadista e obreiro da nossa pátria.