Restos de Colecção: Hotel Mundial

Notícias do Blog

Lembro que a página "Ano ou Data de Inaugurações e Eventos", disponível no menú "Dados Históricos", é actualizada regularmente com novas entradas // Para conhecer as novas funcionalidades e aceder a novas plataformas de informação neste blog, consulte a "Folha Informativa", disponível na barra lateral    //    Para melhor conhecimento destas alterações aconselha-se, igualmente, uma visita, ou revisita, ao "Guia do Blog", disponível tambem na mesma barra lateral

19 de dezembro de 2011

Hotel Mundial

O “Hotel Mundial”, localizado na Praça Martim Moniz em Lisboa, foi inaugurado em 3 de Dezembro de 1958. Propriedade da “Sociedade Hoteleira de Turismo Sotelmo” , foi projectado pelos arquitectos Porfírio Pardal Monteiro e Elísio Summavielle. Edifício inicialmente concebido para ser a  sede da Companhia de Seguros "A Mundial",  foi em 1958 adaptado para hotel, continuando o edifício propriedade desta companhia de seguros.

Na altura da sua inauguração, possuía 150 quartos todos com casa de banho privativa , telefone, rádio, televisão e ar condicionado.

Contava também com dois bares: o Bar "Americano" no rés-do-chão, e o "Oriental" instalado no terraço com solário ajardinado.

                                      Bar “Americano”                                                                   Bar “Oriental”

 

Prato em louça

                                    Sala de Reuniões                                                                 Sala de jantar

 

Publicidade no dia da inauguração, a 3 de Dezembro de 1958

Depois de ter passado ao longo destes anos por várias fases de remodelação e ampliação, tendo sido a última em Maio de 2004. Hoje em dia oferece 350 quartos, incluindo 3 suites e 5 júnior suites.

O “Hotel Mundial” continuando propriedade da “Sotelmo, S.A.”, presentemente de 4 estrelas, dispõe de 2 restaurantes, o restaurante «Varanda de Lisboa» no 8º andar, com uma magníficia vista panorâmica sobre a cidade de Lisboa e o restaurante Jardim do Mundial, no 1º piso. Dispõe igualmente de 6 salas de reuniões.

Dispõe também de um Bar e uma Cave de Vinhos, com visitas guiadas por experientes escanções.

“Hotel Mundial” actualmente, na também renovada Praça Martim Moniz

 

 

A “Sotelmo, S.A.” adquiriu, em Abril deste ano, o Hotel Portugal, situado ao lado do Hotel Mundial. Num investimento que ronda os 10 milhões de euros, a Sotelmo vai abrir a unidade no segundo semestre de 2012, com a classificação de quatro estrelas. O Hotel terá 54 quartos, bar e sala de pequenos-almoços e vai usufruir de alguns serviços do Hotel Mundial, como o estacionamento e os restaurantes.

fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian

9 comentários:

José Manuel Vilhena disse...

Tem aqui coisas lindíssimas.Parabéns pela qualidade.

José Leite disse...

Caro José Vilhena

Muito obrigado pelo seu amável comentário

Cumprimentos

José Leite

Hans R. van der Woude disse...

Who is architect Elísio Sumavielle? You mean Summavielle? Do you know where and when he is born, and work of him? He is the father of Elísio Summavielle, presidente do Centro Cultural de Belém.

José Leite disse...

Yes! The architect Elísio Summavielle Soares is the father of the President of CCB.

Kind regards

Hans R. van der Woude disse...

What is the source that Porfirio Pardal Monteiro was also the architect of Hotel Mundial? He was the architect of Hotel Tivoli and Hotel Ritz.

José Leite disse...

One of them ...

http://dited.bn.pt/29896/896/1308.pdf

Elisio Summavielle disse...

Confirmo que o meu saudoso Pai - Elísio Summavielle (1921-2005) foi co-autor, com o arq. Porfírio Pardal Monteiro, do Hotel Mundial. Neste caso o meu Pai foi o respons+avel pelo desenho dos interiores e mobiliário. Cordiais cumprimentos, Elisio Summavielle (filho)

Anónimo disse...

É lamentável ...que um grupo como este seja tão mal visionário do futuro.
Conseguir destruir um património de um arquitecto genial.
Hoje poderia ser o Hotel mais conceituado e caro do Pais caso preservassem o charme a elegância do projecto inicial.
Lamentável naquilo que foi transformado

Anónimo disse...

Lamentável é o(a) senhor(a) tecer comentários absurdos e que demonstram ignorância. Um Hotel não é um Museu... o mercado exige cada vez mais regularmente, mudança e novidade. Mas apesar disso, o magnifico edifício, está lá; intacto e protegido. Mas os edifícios e os equipamentos degradam-se, nada dura para sempre e é preciso andar para a frente. Como cliente do Hotel, que completa agora 60 anos, asseguro-lhe que "o grupo", como refere, é 100% nacional e tem feito investimentos consideráveis para o manter como um dos melhores Hoteis de 4 estrelas da cidade. Muito possivelmente não visita o Hotel há muito tempo; vá até lá. Desfrute da vista e do serviço tanto do Restaurante Varanda de Lisboa como do recém Rooftop Bar, considerado um dos melhores da cidade. E se precisar de descansar, fique num dos seus bons quartos. Vai ver que muda de opinião...