27 de julho de 2011

Monte Estoril Hotel

Muito pouca informação tenho deste hotel, já desaparecido e que se situava no Monte Estoril, mas vale a pena recordá-lo.

O hotel original foi o “Grand Hotel D’Italie”, que começou por ser constituído apenas por um edifício, nos finais do século XIX, e que mais tarde foi ampliado sendo construído outro edifício contíguo. Este hotel em conjunto com o “Palácio Hotel”, no Estoril e o “Grande Hotel” , no Monte Estoril eram considerados os “must” da época.

                                                             “Grand Hotel D’Italie”  nos finais do século XIX                 

        

“Grand Hotel D’ Italie”, numa 2ª fase, já no início do século XX e propriedade de Petracchi Felice

                                       

Depois de nos anos 40 do século XX, ter sofrido alterações arquitectónicas, aumento de 1 piso para quartos, e de reformas interiores muda de nome para “Monte Estoril Hotel”. Este hotel a par com o “Hotel Atlântico” também no Monte Estoril, mas à beira mar, foram os preferidos dos espiões alemães durante a II Guerra Mundial, enquanto o “Grande Hotel” do Monte Estoril e o “Palácio Hotel” no Estoril eram os preferidos dos ingleses.

              “Monte Estoril Hotel”, numa fase inicial, vendo-se na 1º foto o “Grande Hotel”, por detrás deste

        

De referir que o hotel que se situava ao lado e ligeiramente atrás do “Monte Estoril Hotel”, é o ex- “Grand Hotel Estrade” de seu nome “Grande Hotel”. Á semelhança do “Monte Estoril Hotel”  mudou de nome após ter passado por grandes mudanças e transformações exteriores. Nas fotos seguintes podem-se ver as transformações a nível exterior do edifício. Este hotel ainda hoje funciona.

                              “Grand Hotel Estrade”                                                             “Grande Hotel”

       

                                                       “Monte Estoril Hotel” , nos anos 60 do século XX

       

                                                                    Interiores do “Monte Estoril Hotel”

     

últimas 5 fotos in:  Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian

Hoje o “Monte-Estoril Hotel”, já não existe, e o seu edifício foi transformado em edifício de apartamentos. Aqueles dois últimos pisos de apartamentos, acrescentados, e revestidos a chapa ……

                                        

                                                                            Publicidade em 1946

        

2 comentários:

Anónimo disse...

Consumido pelo fogo e depois albergue para os retornados das antigas províncias ultramarinas, na sua piscina e pátio envolvente chegaram-se a criar galinhas e a plantar couves nos canteiros;sobreviveu-se e sobreviveu o edifício, já é uma época que passou à história e no entanto, apesar dos dois pisos revestidos a chapa... pelo menos resta o património o mesmo não se pode, infelizmente, dizer do Atlântico nem do Miramar e, se calhar, em breve nem do Grande Hotel...

Pedro L. L.

Alfredo J Eloy disse...

O meu Pai (Franklin Alves Eloy, falecido em 1985), foi barbeiro na barbearia do Monte Estoril hotel nos anos 1946 e/ou 1947. Durante esse período o famoso Chef Manuel Ferreira, autor do livro “A Cozinha Ideal” trabalhou na cozinha Monte Estoril. O meu Pai comentava que todas a manhãs quando chegava a barbearia tinha um prato de brioches quentinhos preparado especialmente para os empregados do hotel.
Alfredo J. Eloy
San Diego, California