29 de setembro de 2010

Cascais Antigo

A Vila de Cascais nos finais do século XIX e no século XX,  em algumas imagens

                                                  Praia e antigo Casino - Esplanada 

                         

                                                              Avenida da República 

                         

                                                                       Farol da Guia

                          

            Praias da Duquesa, Nossa Senhora. da Conceição e Palácio do Conde de Calhariz

                           

                                                Estação de Caminho de Ferro em 1889

                            

                                                                          Santa Marta

                               

                                   Centro de Cascais, podendo-se ver o antigo Cinema na 1ª foto



                          Hotel Estoril-Sol                                                        Charrete, para passeios turísticos

 

25 de setembro de 2010

Antigos Aviões Militares (3)

                                                                Caudron G-3, de 1916

                    

                     Potez 25-A2, de 1928                                                Bell P-39 D 1 Airacobra, de 1943

                Westland Lysander IIIa, de 1943                                    Republic P-47D Thunderbolt, de 1952

 
Fotos in:
Força Aérea Portuguesa

A "FAP - Força Aérea Portuguesa" só foi criada em 27 de Junho de 1952, pelo que para informação mais completa aqui fica:

Até 27 de Junho de 1952, o ramo aéreo das forças armadas portuguesas estava dividido em dois ramos:

Aeronáutica do Exército

1914 - 1918: Serviço Aeronáutico Militar
1918 - 1924: Serviço da Aeronáutica Militar
1924 - 1952: Arma de Aeronáutica Militar

Aeronáutica Naval

1917 - 1918: Serviço de Aviação da Armada
1918 - 1931: Serviços da Aeronáutica Naval
1931 - 1952: Forças Aéreas da Armada
1952 - Força Aérea Portuguesa (fusão das Forças Aéreas da Armada e da Arma de Aeronáutica Militar)

24 de setembro de 2010

Estações de C. F. de Lisboa

Algumas estações de caminho de ferro dentro da cidade de Lisboa. Não menciono a Estação do Rossio, por ter sido objecto de um “post” próprio, contando a sua história ( post de 28 de Maio “Túnel e Estação do Rossio”).

                  Estação de Entre-Campos                                                        Estação do Areeiro



                      Estação dos Olivais                                                                 Estação de Belém


 
                   Estação de Alcântara-Terra                                                      Estação de Pedrouços


 
                   Estação de Campolide                                                        Estação de Santa Apolónia


Fotos in: Arquivo Municipal de Lisboa

Curiosidades Lisboetas (1)

Inauguração do monumento aos restauradores de 1640, na Praça dos Restauradores em 1 de Dezembro de 1886. Na tribuna estava o Rei D. Luis.

                             

                                           1ª Feira do Livro em Lisboa (no Rossio) em 1930

                             

                Antiga cabine telefónica no Campo Grande, num dia de 1941, com neve em Lisboa

                             

                        Embarque de presos para Caxias, na Estação do Cais do Sodré, em 1901

                             
Fotos in: Arquivo Municipal de Lisboa

21 de setembro de 2010

Marinha de Guerra Portuguesa (3)

                                                Cruzador “Rainha Dona Amélia”, de 1901

                             

                                                           Contra -Torpedeiro “Liz” ,de 1914

                               

                                                Aviso de 1ª classe “Bartolomeu Dias” ,de 1935 

                             

                                                       Fragata “Pacheco Pereira” ,de 1959

                             

19 de setembro de 2010

40 anos do MRPP

Baseado num post de 30 de Junho de 2010 com o título “Arnaldo Matos e o MRPP” recupero algumas passagens e aproveito o facto do 40º aniversário deste partido ter ocorrido ontem, para relembrar em texto e fotos o 2º partido mais antigo de Portugal, sendo o mais antigo o Partido Comunista Português, fundado em 6 de Março de 1921.

O MRPP (Movimento Reorganizativo do Partido do Proletariado) de inspiração maoísta foi fundado em 18 de Setembro de 1970, numa casa da Estrada do Poço do Chão, em Benfica, Lisboa.

Foi fundado no ano do centenário do nascimento de Lenine, e defendia que o PCP adoptara uma ideologia "revisionista", tendo deixado de ser o "partido do proletariado". Para a prossecução da revolução era necessário reorganizá-lo - daí o nome escolhido.

Com base na “RESOLUÇÃO SOBRE A FUNDAÇÃO DO MRPP E A CRIAÇÃO DO COMITÉ LENINE”, os fundadores foram Arnaldo Matos, Fernando Rosas e João Machado (funcionário dos TLP). Em 1969, Arnaldo Matos ganhou a Associação de Estudantes da Faculdade de Direito, à frente da lista da Esquerda Democrática Estudantil: derrotou então uma lista inspirada pelo PCP e encabeçada por Alberto Costa, antigo ministro da Justiça do PS de 2005 a 2009.

Excerto do final da Resolução…..

A tarefa central que se coloca hoje aos quadros de vanguarda do proletariado e aos seus aliados militantes noutros extractos sociais, para iniciar a marcha revolucionária da Revolução Democrática e Popular e da Revolução Socialista é a da reorganização da classe dos proletários com a fundação do Partido que dirija a sua luta emancipadora.

Neste sentido e com esse objectivo se funda hoje o Movimento Reorganizativo do Partido do Proletariado (MRPP)”.

                               

Publica "Bandeira Vermelha" em 1970, como órgão teórico e "Luta Popular" em 1971, como órgão de massas e órgão central . O MRPP foi um partido muito activo antes do 25 de Abril de 1974, especialmente entre estudantes e jovens operários de Lisboa e sofreu a repressão das forças policiais, reivindicando como mártir Ribeiro Santos, um estudante assassinado pela polícia política durante uma manifestação ilegal em 12 de Outubro de 1972. Arnaldo Matos era o seu Secretário Geral

           

O MRPP teve o 1º preso político depois do 25 de Abril de 1974: José Luís Saldanha Sanches , recentemente falecido a 14 de Maio de 2010. O motivo foi o artigo com o título “Nem mais um embarque”  no “Luta Popular” , em que apelava à deserção em massa.

Após a legalização do MRPP a 18 de Fevereiro de 1975, o Conselho de Revolução, numa reunião em 27 de Maio de 1975, decidiu calar o MRPP. Forças militares do COPCON, comandado por Otelo Saraiva de Carvalho atacam o MRPP: em 28 de Maio, foram presos 400 militantes do MRPP, na sua maioria estudantes, em Lisboa. Entre os detidos, Arnaldo Matos preso em Mirandela. Surgiu então, pintada nas paredes da capital, a célebre frase: “Libertação imediata do camarada Arnaldo Matos - o Grande Educador da classe operária”.

9 de Outubro de 1975, Alexandrino de Sousa, outro militante do MRPP, integrava uma brigada que, na Praça do Comércio em Lisboa, colava cartazes a convocar um comício para assinalar o 3º aniversário da morte de Ribeiro Santos. Os membros da brigada foram subitamente cercados por dezenas de elementos ligados à UDP que, aproveitando-se da sua superioridade numérica, os insultaram e agrediram, lançando-os de seguida ao rio Tejo. Com a ajuda de populares que vieram em seu socorro, os restantes membros da brigada foram levados para o hospital para serem tratados, mas Alexandrino de Sousa foi retirado da água já morto, por afogamento.

         

A partir de 26 de Dezembro de 1976, o MRPP, após Congresso, passou a designar-se Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses, com a sigla PCTP/MRPP. O seu líder histórico é Arnaldo Matos. O primeiro director do "Luta Popular", na fase legal, foi Saldanha Sanches, a quem sucedeu Fernando Rosas. O jornal chegou a ser diário, durante um curto período.

            

Hoje o secretário geral do PCTP/MRPP é Luís Franco e seu líder é o advogado Garcia Pereira.

          

Outras importantes figuras passaram por este partido como Durão Barroso, VÍtor Ramalho, Maria José Morgado, Ana Gomes, Maria João Rodrigues entre outros.

17 de setembro de 2010

Táxis de Lisboa (2)

Mais uns táxis de modelos já desaparecidos em Lisboa

         2 modelos na Praça D. Pedro IV                     Oldsmobile Cabriolet, de 1928, do Sr. Augusto Macedo

                      Peugeot 403, em 1963                                               em 1949 … junto à Praça da Figueira

             Austin A7 Hampshire, em 1948                         Mercedes 200 D em Santa Apolónia, e polícia sinaleiro

Dois protestos de taxistas em épocas bem diferentes. Na foto de 1975 o protesto foi dos taxistas das ex-colónias, pelo facto de o governo não lhes querer conceder a licença para operarem em Lisboa.

  Em 1928, na Praça do Pelourinho junto à CML                   Em 1975, junto à Assembleia da República


Fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian , Arquivo Municipal de Lisboa

16 de setembro de 2010

Cartazes de Propaganda Turística

O primeiro cartaz de divulgação turística de Portugal, de 1907, promovido pela Sociedade de Propaganda de Portugal.

                                       

                                                                       Ambos de 1947  
                                                  
              

                                             de 1943                                                          de 1953