11 de dezembro de 2010

Revolta de 26 de Agosto de 1931

Esta revolta, foi uma tentativa de golpe militar, e uma das derradeiras acções associadas ao movimento conhecido pelo Reviralho. Este movimento, desenvolveu-se entre 1926 e 1940, promovido pela oposição republicana democrática e liberal, principalmente a ARS (Aliança Republicana e Socialista) ao regime ditatorial saído do 28 de Maio de 1926.

Esta revolta de 26 de Agosto de 1931, ocorreu em Lisboa e teve como principais protagonistas as forças militares do Regimento de Caçadores n.º 7 e um grupo de aviadores em 4 aviões estacionados na Base Aérea de Alverca.

                                                                          Os antecedentes ….

 

clicar para ampliar

O aviador revolucionário Sarmento Beires (o mesmo que juntamente com Brito Paes tinham efectuado o Raid Aéreo Lisboa-Macau em 2 de Abril de 1924), tenta bombardear o forte de Almada, mas falha o alvo tendo a bomba caído num Largo da vila (hoje Almada Velha) causando a morte a várias pessoas, incluindo dezenas de crianças que brincavam com papagaios de papel. Hoje chama-se a esse Largo “Largo das Vitimas de 26 de Agosto de 1931”, onde está gravado num muro o trágico acontecimento e o número de vitimas causadas.

                                                 Aviões Potez 25 - A2 da Força Aérea em 1931

                         

 

Unidades Militares revoltosas: Metralhadoras 1, Regimento de Artilharia Ligeira 3 e Regimento de Caçadores 7

Unidades sublevadas: Sapadores Mineiros de Queluz e da Pontinha e Grupo de Bombardeamento e Aerosteiros de Alverca.

A revolta estava prevista para coincidir com a Revolta das Ilhas, mas desentendimentos entre os líderes da oposição democrática levaram ao atraso no seu lançamento, uma das principais causas do seu fracasso. 
Durou cerca de 9 horas, causou cerca de 40 mortos e foi anulada pela acção enérgica do Governador Militar de Lisboa, brigadeiro Daniel de Sousa, tendo sido de imediato promovido a general. Foi também relevante a acção das forças da Guarda Nacional Republicana comandadas pelo general Farinha Beirão.

 

 CFT164 02552 001


Os chefes da revolta foram deportados para Timor. Sarmento Beires, após ter sido também deportado,  em 1933 volta a Lisboa e é preso pela polícia política em Lisboa, e em 1934 é condenado a 7 anos de desterro e perca de todos os direitos cívicos durante 10 anos.Depois de passagens por Espanha, França  Macau, e Moçambique fixa-se no Brasil onde exerce a actividade de jornalista, escritor, tradutor e cronista de  guerra em várias estações de rádio durante a 2ª Guerra Mundial. Em 1951 foi amnistiado e reintegrado na reserva no posto de major.

       Presos transportados para o Governo Civil                                    Folheto afixado nas ruas de Lisboa

 

últimas 6 fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian

Após este desaire, o reviralhismo foi perdendo força, acabando por desaparecer a partir de 1940, em parte devido à consolidação do Estado Novo e em parte devido ao ambiente social e político criado pela Guerra Civil de Espanha e pelo início da Segunda Guerra Mundial.

Versos escritos no tecto de um dos quartos da Fortaleza-Prisão de S. João Baptista em Angra do Heroísmo, em Abril de 1931:

                                                                                     A Ditadura

                                                                             Sabes a vida que levo 
                                                                             desde o dia em que te vi: 
                                                                             Ou preso ou então na rua,
                                                                             a conspirar contra ti.

                                                                             Mais uma que se perdeu,
                                                                             não vale a pena chorar. 
                                                                             Tanta vez hei-de bater-me,
                                                                             que acabarei por ganhar
.

A Revolução de 26 de Agosto de 1931, no chamado “ano de todas as revoltas”, poderá ser considerada como o canto do cisne  do combate à Ditadura. Mais nenhuma revolta militar iria acontecer em Lisboa até 25 de Abril de 1974.

Sem comentários: