1 de julho de 2010

Águas das Pedras Salgadas e de Vidago

Situada no distrito de Vila Real, concelho de Vila Pouca de Aguiar, Pedras Salgadas a uma altitude de 1263 metros,  é local da fonte termal da Água das Pedras, que originou o aparecimento da vila termal frequentada por reis, alta burguesia e sociedade em geral.

A exploração oficial da fonte das Pedras Salgadas remonta ao ano de 1871, quando um reconhecido médico de Trás-os-Montes Júlio Rodrigues, anuncia a descoberta, e proclama as qualidades de excelência da água.

                                                               Prémio em 1873                                                         em 1876

 

O alvará de concessão de exploração destas águas foi concedido em 25 de Outubro de 1893, tendo a sua titularidade transitado da Saraiva & Botelho, para a empresa Vidago, Melgaço & Pedras Salgadas por despacho de 29 de Setembro de 1924. Uma nova portaria, de 19 de Abril de 1937, concedeu à empresa uma área superior a 100 hectares para exploração das nascentes D. Fernando, Grande Alcalina, Pedras Salgadas, Penedo e Preciosa.

1923

                                         Fonte Pedras Salgadas                                                  Nascente D. Fernando

     

Nascente Penedo       

 

Nascente Preciosa

1913

Em 1940, as águas foram classificadas como carbonatadas sódicas, carbogasosas e muito radioactivas pelo radon. Eram indicadas para doenças de nutrição,  doenças gastro-intestinais e  hepáticas.

Com o desenvolvimento da estância termal foram construídos, Balneário,  belíssimos equipamentos hoteleiros, casino, lojas, etc.

                                           Balneário                                                            Casino de Pedras Salgadas

 

                                Hotel – Casino Universal                                                  Hotel Avelames em 1933

 

A vila termal de Vidago, também no distrito de Vila Real, concelho de Chaves, teve um período de esplendor 1875-1877 quando o Rei Luis I, fez visitas consecutivas. As águas de Vidago, muito especialmente as da nascente n.º 1, de uma alcalinidade superior a qualquer água portuguesa. A fama dos poderes curativos das águas espalhou-se tão longe que, em 1876-1889, foram premiados, em Madrid, Paris, Viena e Rio de Janeiro.

Um impedimento para o desenvolvimento da vila de Vidago, foi a dificuldade de transporte. Os “hospedes” vinham em transportes do Porto, que utilizavam estradas que eram muitas vezes, pouco mais que um caminho. Finalmente, em 1907 o caminho-de-ferro, da Régua a Vila Real foi prolongado até Pedras Salgadas, vinte quilómetros ao sul de Vidago. Três anos depois, o primeiro comboio chegou à estação de Vidago. Depois disso, as Termas assumiram uma popularidade renovada. Quando o Vidago Palace Hotel foi construído, era o mais luxuoso da Península Ibérica. Havia bailes, e estava equipado com campos de ténis, de golf e, na ilha do lago havia um espaçoso ringue de patinagem.

                          Pavilhão da Fonte Vidago nº 1                                                    Hotel do Golfe em 1942

 

                        Em Vidago, o Vidago Palace Hotel                                 Estação de caminhos de ferro de Vidago

 

Publicidade antiga

 

Rótulos da garrafas

Rótulos gentilmente cedidos por Luís Lleyva

Actualmente, a concessão de exploração Vidago, Melgaço & Pedras Salgadas é pertença do grupo Unicer , o qual está a desenvolver um projecto de revitalização das estâncias termais das Pedras Salgadas e de Vidago .

12 comentários:

Anónimo disse...

Olá Bom dia. Fiquei bastante curiosa com este post. Como conseguiu o material sobre a água das pedras?

José Leite disse...

Olá bom dia

"Segredo profissional" ...... muita paciência, tempo gasto, muita net e não só, ..... enfim gostar daquilo que se faz, e gostar de transmitir conhecimentos adquiridos.

Grato pelo seu interesse

José Leite

Duartina disse...

Boa Noite.
Estou a fazer uma tese de mestrado em arquitectura e necessitava de um mapa antigo do parque termal de Pedras Salgadas. Tem algum mapa que me possa disponibilizar?
duartina.araujo@gmail.com

J.Leite disse...

Bom dia
Lamento não lhe poder ser útil mas não tenho.
Cumprimentos
J.Leite

Carlos Caria disse...

Duartina,
Pode consultar O Desenho das Termas ( História da Arquitectura Termal Portuguesa) de Helena Gonçalves Pinto e Jorge Mangorrinha, de onde pode colher o tipo de informação que necessita, bem como mapas e plantas antigas.
Abraço amizade
Bom Ano de 2011.
Carlos Caria

Anónimo disse...

Gostei muito do que vi e votos de bom trabalho...
Estou aqui mais para sugerir a retificação do texto a cima, onde diz situar-se no concelho de Vila Real, deve dizer distrito, pois o concelho é Vila Pouca de Aguiar no caso das Pedras Salgadas e Chaves para o caso das águas do Vidago.
É só uma questão de rigor...

J.Leite disse...

Obrigado pela rectificação e pelo seu comentário

Cumprimentos

J. Leite

SudEx disse...

Estava à procura de um rótulo onde se conseguisse ler "radioactiva" pois ainda há quem não acredite/saiba que diziam isso antigamente... e dei com este Excelente Post! =)

Anónimo disse...

Bom dia e parabens pelo blog, mas a altitude esta mal informe-se e rectifique.

José Leite disse...

Caro Anónimo

A altitude de 1.263 m que indiquei foi obtida no site oficial das Pedras Salgadas http://www.aguadaspedras.com/

Fiz uma pesquisa mais aturada e obtive valores de os 500 m, 600 m, 1.100 m , 1.200 m ...

Pelo que se sabe o valor correcto muito agradeço que me informe para eu proceder à alteração

Cumprimentos e grato pelo comentário

J. Leite

Luis Leyva disse...

Como posso enviar fotos de rótulos de Agua de Vidago e Pedras Salgadas
com a e referência radioactivas.
Mas acalmem-se teria de beber 100 Lts/dia durante um ano para atingir o máximo permitido pela actual legislação-

José Leite disse...

Caro Luis Leyva

Pode enviar para o meu e-mail:

jal2684@gmail.com

Com os meus cumprimentos e agradecimentos

José Leite