Restos de Colecção: Cacilheiros (1)

Notícias do Blog

A publicação de novos artigos foi retomada, com a resolução do problema que afectava o editor "Open Live Writer" // Lembro que a página "Ano ou Data de Inaugurações e Eventos", disponível no menú "Dados Históricos", é actualizada regularmente com novas entradas // Para conhecer as novas funcionalidades e aceder a novas plataformas de informação neste blog, consulte a "Folha Informativa", disponível na barra lateral    //    Para melhor conhecimento destas alterações aconselha-se, igualmente, uma visita, ou revisita, ao "Guia do Blog", disponível tambem na mesma barra lateral

2 de agosto de 2009

Cacilheiros (1)


                                                                             em 1930...

                                 

                                                                               em 1948....

                                  

                                                                      Anos 60 do séc. XX

                                  

                                                                               Ferry-Boat

                                   

4 comentários:

Anónimo disse...

Excelente blog e fotos nostálgicas; agradecia que me identificassem o cacilheiro cuja foto está antes da do Lisbonense. Obrigado

LUIS MIGUEL CORREIA disse...

O cacilheiro que aparece a cores antes do LISBONENSE é o RIO TEJO SEGUNDO e foi fotografado em Belém por mim quando fazia a carreira do Porto Brandão já no início da Transtejo. A foto é reproduzida do meu livro CACILHEIROS, assim como a do LISBONENSE. Alguém pirateou as imagens algures...

eduardo jorge disse...

tudo isto é fantástico,ver fotos de barcos com estes anos, é fabuloso. gostaria de ver a foto de um cacilheiro com o nome de #TONECAS#tinha a alcunha do "bate latas",porque fazia muito barulho,quando o seu motor estava em funcionamento.

muito obrigado por estas memórias
eduardo jorge

José Leite disse...

Caro Eduardo Jorge

Grato pelo seu comentário

Cumprimentos
José Leite